Links informativos

Visitar Lavras do Sul é se surpreender com um jeito peculiar e simples de levar a vida. Muitas vezes se diz que Lavras do Sul é uma grande família, por conta de sua hospitalidade entre os habitantes e para com os visitantes. Apesar de seu tamanho de pequeno porte, possui atrações e eventos que atraem pessoas de diversos lugares e de todos os estilos, em todas as épocas do ano. Conhecendo Lavras do Sul, tu irás te surpreender. ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).

TRADICIONALISMO

Desfile Farroupilha de 20 de setembro - 2018


O lavrense é, por excelência, um apaixonado por sua terra. Mesmo morando distante, não importando onde esteja, jamais perde o orgulho de ter nascido no Município.

A cultura gaúcha está bastante presente nos hábitos e costumes do povo de Lavras.

Até 2012, o principal centro tradicionalista de Lavras do Sul era o CTG Lanceiros do Batovi. Em 2013, teve início o CTG Querência das Lavras, que realiza jantares e atividades de dança tradicionalista infantil. Em 2017, surgiu mais uma instituição: o CTG Marco das Águas, que promove diversas atividades, além de apoiar o Grupo de Arte Nativa Herdeiros de Bravos..

Atualmente, são mais de 20 PTG's (Piquetes Tradicionalistas) atuando no Município. Alguns exemplos: são PTG Ibareense, PTG Tapera Velha, PTG Lenço Amarelo, PTG Querência Xucra, PTG Lida Campeira e PTG Companhia do Laço.

Um típico costume lavrense é o uso do cavalo. Os peões, muitos deles jovens, podem ser vistos com suas pilchas, botas, guaiacas e trajes típicos que caracterizam estes tipos humanos, que fazem Lavras e o RS possuirem a sua identidade e sua própria cultura.

Sob forte influencia espanhola, argentina e uruguaia, Lavras do Sul adquiriu e conservou (nos seus mais de 200 anos de colonização, mesmo antes de sua emancipação política, em 1882) a típica cultura do Pampa: churrascos de gado e ovelha assados na vala; consumo de chimarrão ao longo do dia; forno a lenha para se aquecer do inverno rigoroso; a famosa sesta após o almoço; a lida (deslocamento do gado, feito pelos peões) de uma estância (grande fazenda) para outra; a típica música gaúcha; os bailes e eventos tradicionalistas; os rodeios e provas campeiras; o orgulho e a receptividade do povo gaúcho. Todas as características de uma típica cidade do interior e da Campanha do RS estão fortemente mantidas na Lavrinha.

O nativismo - variante de estilo musical gaúcho marcada por letras que exaltam a vida no campo - é bastante difundido no RS, sobretudo nas regiões de fronteira com a Argentina e o Uruguai e em cidades, como São Francisco de Paula, nos Campos de Cima da Serra (nordeste do Estado).

Lavras do Sul, por sua essência e natureza no Tradicionalismo e na cultura gaúcha, projeta diversos compositores nativistas, todos de renome na cena tradicionalista regional, estadual e, até mesmo, nacional. As composições, que refletem temas ligados à lida do gado, ao campo, ao inverno ou até homenagens a Lavras e suas belezas naturais, são reconhecidas e reproduzidas no cenário gaúcho e brasileiro da música produzida no Interior.

Sotaque

O modo de falar de praticamente toda a população local é típico da região da Campanha e tem forte influência baseada na proximidade com as fronteiras dos países platinos (Argentina e Uruguai). A preposição "de", por exemplo, é pronunciada de forma tônica, assim como outras preposições que terminem com a vogal e ("Eu sou  Lavras."; "Me alcança o mate, filho!").

Esta bela e peculiar linguagem lavrense causa admiração e simpatia por parte dos habitantes de outras regiões gaúchas e brasileiras, e também na Grande Porto Alegre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Mapa (Google Maps)

FONTE: Google Maps.

Conheça Lavras do Sul!

O município gaúcho de Lavras do Sul está localizado a 324 km a sudoeste de Porto Alegre, entre Caçapava do Sul e Bagé, através de acessos pelas rodovias BR-290, BR-392 e ERS-357. Possui 7 679 habitantes, distribuídos em uma área de 2 600 km² (IBGE, 2010). Emancipado de Caçapava em 9 de maio de 1882, foi o único município gaúcho com origem na mineração do ouro. Possui as denominações carinhosas de "Pepita do Rio Grande" e "Terra do Ouro". Na atualidade, a economia se baseia na pecuária (principalmente bovinos e ovinos), comércio, fruticultura, lãs, indústrias artesanais e turismo. Tem como atrações turísticas principais a Igreja Matriz de Santo Antônio, a Praça Licinio Cardoso e o Camping Municipal (ou Praia do Paredão). O Carnaval lavrense é um dos maiores do Rio Grande do Sul e do Interior Brasileiro. Além do Carnaval, são realizadas as mais diversas festas e eventos ao longo do ano. Tudo consequência da alegria, da tranquilidade, da hospitalidade e da receptividade do povo lavrense.
A Sede está situada na latitude de 30°48’41”S e longitude 53°54’02” O. São dois os Distritos: o primeiro, Sede, com 1.240 km² aproximadamente; e o segundo, o Ibaré, com 1.360 km² aproximadamente.
A altitude média é de 300 metros acima do nível do mar (oficialmente ela está em 277 metros), mas em vários pontos, chega a 400, 450 metros. Nas regiões do extremo oeste do município, alcança apenas 98 m nas curvas do Rio Santa Maria.
Faz divisa com sete municípios: Vila Nova do Sul e Santa Margarida do Sul (norte), São Gabriel (norte e noroeste), Dom Pedrito (oeste, sul e sudoeste), Bagé (sudeste), Caçapava do Sul (leste e nordeste) e São Sepé (nordeste e norte). Até os anos 1980, havia uma pequena divisa com Rosário do Sul, que foi extinta devido a anexações aos municípios de Dom Pedrito e São Gabriel. O perímetro aproximado de divisas de Lavras do Sul é de 380 km. A distância entre os extremos leste-oeste é de cerca de 120 km.
Lavras do Sul está situada a 2.431 km de Brasília, Capital do Brasil, e a 641 km de Montevidéu, Capital do Uruguai. Localiza-se na faixa de fronteira.

SEJAM BEM-VINDOS(AS) AO BLOG INDEPENDENTE DE LAVRAS DO SUL/RS E REGIÃO. VISITEM NOSSA CIDADE E O PAMPA GAÚCHO EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO. TRABALHAMOS DESDE 2007 E LEVAMOS QUALIDADE E CARINHO A ESTA TERRA PELAS ONDAS DA INTERNET. FIQUEM À VONTADE E SIGAM CONOSCO!

No Facebook

Postagens mais visitadas