ARTIGO: Informações básicas sobre o Bioma Pampa

Texto sobre caracrterísticas básicas do Bioma Pampa. O Município de Lavras do Sul/RS e todos os seus vizinhos tem 100% de território inserido no Bioma.

ARTIGO: Informações básicas sobre o Bioma Pampa
FONTE: Mapa desenvolvido por Murilo de C. Góes

O Bioma Pampa foi reconhecido em 2004 e é localizado totalmente no Rio Grande do Sul, na metade sul gaúcha e também no litoral.

Ocupa uma área de 176.496 km² (correspondente a 2% do território brasileiro) A parte brasileira é uma extensão dos Pampas Argentinos e Uruguaios e uma pequena parte do sul do Paraguai. O termo "pampa" tem origem na língua quíchua, significando "planície", o que remete a uma das características desse bioma, o seu relevo pouco acidentado e baixo.

Caracteriza-se por um relevo acidentado, um planalto com baixas altitudes e vegetação composta por plantas herbáceas, arbustos e árvores de pequeno porte (capim-forquilha, o trevo-nativo e o algarrobo, entre outras).

Veado, capivara e o tuco-tuco (espécie endêmica, ou seja, só encontrada em seu habitat, no caso, o Bioma Pampa), são importantes exemplares de mamíferos do Bioma Pampa. Há pelo menos 300 espécies de aves (perdiz, ema, caturrita) e diversos outros grupos de animais. Os verões e invernos do Bioma são rigorosos (temperaturas médias de 18°C). 

Embora com grande biodiversidade de fauna e flora, há uma forte ação humana, na agropecuária. 

As políticas públicas de preservação da natureza, aliada à produção agropecuária sustentável, são fundamentais para a permanência de sua biodiversidade. Há poucas áreas de preservação ambiental no Bioma.

FONTE: SANTOS, Helivania S. dos. PAMPA. Disponível em: https://www.biologianet.com/ecologia/pampa.htm, acesso em 29 jul. 2022 (texto adaptado pelo autor).