Visitar Lavras do Sul é se surpreender com um jeito peculiar e simples de levar a vida. Muitas vezes se diz que Lavras do Sul é uma grande família, por conta de sua hospitalidade entre os habitantes e para com os visitantes. Mesmo com seu tamanho de pequeno porte, possui atrações e eventos que atraem pessoas de diversos lugares e de todos os estilos, em todas as épocas do ano. Conhecendo Lavras do Sul, tu irás te surpreender. ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).

Previna-se contra o Coronavírus

Previna-se contra o Coronavírus
Fique em casa e saia apenas em casos de extrema necessidade, usando a máscara

quarta-feira, 24 de junho de 2020

PERSONALIDADES: Delegada lavrense completa um ano como titular da Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) de Bagé



UM ANO DE DESAFIOS: DELEGADA CAREM NASCIMENTO NA TITULARIDADE DA DPPA DE BAGÉ

A delegada de polícia Carem Adriana Silva do Nascimento completa um ano como titular da Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) de Bagé no mês de junho de 2020.

Nesse período, muitas conquistas e avanços foram alcançados. Quem chega à delegacia pode observar isso logo na entrada. Com planejamento, organização, muitas parcerias e apoio da 9ª Delegacia Regional, chefiada pelo delegado Luís Eduardo Benites, a delegada Carem consegue, no dia a dia, melhorar a estrutura e os atendimentos, além de prezar pelo ambiente onde os policiais trabalham. Lembrando que o local funciona 24 horas.

Lixo eletrônico

Esse era um problema histórico da DPPA. Durante anos, a delegada Daniela Barbosa de Borba lutou para efetivar a retirada de milhares de computadores que ficavam amontoados no pátio da delegacia. Isso preocupava, inclusive os plantonistas, pois, além de prejudicar o meio ambiente, havia a proliferação de pragas, principalmente de ratos e baratas.

Com uma autorização judicial, a delegada Carem, durante este um ano, conseguiu que fossem levados, do pátio da delegacia, cerca de meia tonelada de computadores oriundos de jogos de azar.

Viaturas

Quatro viaturas baixadas estão aptas a irem a leilão – inicialmente previsto para março, foi cancelado devido à pandemia.

Pinturas e reformas

Foi efetivada a pintura externa do prédio da DPPA e, parcialmente, a interna. Mediante projeto elaborado junto à Justiça do Trabalho foi possível reestruturar o plantão com instalação de câmeras de monitoramento e segurança, porteiro eletrônico e troca de mobiliário das salas de registro de ocorrência e de flagrante. “Para proteção de todos e melhor atendimento, colocamos intercomunicador na recepção", explicou Carem.

Também foi realizada a limpeza do pátio e o fechamento da recepção da delegacia, com a doação de material pela Justiça do Trabalho e mão de obra custeada pelo advogado Marcelo Marinho, presidente da OAB- subseção Bagé.

Dentre as melhorias, feitas estão a colocação de grades nas janelas dos prédios e arrumação dos pisos das salas de registros e de ocorrências.

Servir e proteger com condições de trabalho

Para a delegada Carem, um ponto muito importante é oferecer um ambiente de trabalho com qualidade para os escrivães e inspetores que trabalham com ela. Além de todas as reformas, foram realizadas pintura nos alojamentos, ligação elétrica de quatro splits, mais instalação completa de dois deles com ajuda da Ugeirm Sindicato.

Sala das Margaridas

Recentemente, foi inaugurada a Sala das Margaridas na DPPA. Uma parceria com o Rotary Club Bagé Pampa, que visa melhor atender mulheres vítimas de violência. "As mulheres vítimas de violência doméstica que chegam à DPPA precisavam de um local privativo e acolhedor para darem seu depoimento. Agora, temos um espaço apropriado para realizar um trabalho de qualidade e humanizado", enfatizou.

Dispenser de álcool em gel

A DPPA é um lugar que, mesmo com a pandemia do novo Coronavírus, recebe muitas pessoas para registro de ocorrências. As equipes seguem todas as orientações, e já havia um recipiente de álcool em gel, porém acionado manualmente, o que poderia proporcionar a proliferação do vírus. Na semana passada, a delegada recebeu, para o local, um dispenser que é acionado com o pé. O aparelho foi uma doação da empresa Impakto e do deputado estadual Luiz Fernando Mainardi.

Sem aglomerações

Em reunião com a provedoria da Santa Casa de Caridade de Bagé e com autorização judicial expedida pela juíza Naira Melkis Pereira Caminha, da Vara de Execuções Criminais, a delegada ajustou que a Polícia Civil conduziria os presos ao Pronto-Socorro para exame médico e, posteriormente, seriam conduzidos ao Presídio Regional de Bagé (PRB). "A reunião foi para acertarmos que os presos fossem recebidos na casa prisional com o atestado médico descritivo das lesões. E, no próximo dia útil, encaminhados ao Posto Médico-Legal para o exame de corpo de delito. O Judiciário autorizou. Assim, foi resolvido o problema, pois os médicos legistas não atendiam à noite e durante a madrugada. Antes, o detido que não fosse examinado pelos profissionais tinha que pernoitar na DPPA", explicou.

Construção de celas

Um dos principais desafios que a delegada encontrou na DPPA foi a conclusão da obra das celas, pois havia apenas uma e três em construção. "Inicialmente, nos mobilizamos para que a Polícia Civil concluísse, mas o processo administrativo foi negado porque o prédio não é próprio. Então, começamos tratativas com o proprietário do imóvel, que concluiu a obra. Hoje, todas as celas estão prontas e sendo utilizadas", salientou.

Delegacia em números

De junho de 2019 até a primeira quinzena do mês de junho de 2020, foram registradas 9 685 ocorrências na DPPA. Dentre elas, 294 autos de prisão em flagrante, 18 apreensões em flagrante de adolescente infrator e 801 medidas protetivas de urgência. No local são efetuados todos os tipos de registros da cidade e da região. Após, as ocorrências são distribuídas para as outras delegacias.

Momento de gratidão

A delegada Carem deixa clara, em suas palavras, a gratidão. "Agradeço aos policiais civis, estagiários e servidores terceirizados da DPPA. Desde que cheguei, tenho recebido o apoio dos colegas e isso faz toda diferença. Neste um ano, fomos nos empenhando em mudar nossa realidade para melhor e só conseguimos porque, efetivamente, estamos trabalhando juntos. Os avanços não seriam possíveis sem o trabalho de cada um, sem o envolvimento de cada integrante da excelente equipe da DPPA/Bagé", garantiu.

“Além disso, o agradecimento vai também para nossos parceiros e suas doações: farmácias Alves e Associadas - álcool em gel, máscaras e luvas; Mistura da Terra - álcool em gel; governador do Distrito 4780 do Rotary, André Vilaverde - doação de 15 litros de álcool em gel, 500 máscaras e 500 luvas; à comunidade e empresas CCSeguros e Cia. Das Tintas – pisos e reformas; banco Bradesco: móveis, aparelhos telefônicos e lâmpadas.”, reiterou. A lista se completa com profissionais que doaram trabalho como Jorge Hernandes, que realizou pintura nos prédios, e Francisco de Oliveira Pereira, da empresa Esquadrisul. Acredito que este é o momento de demostrar toda a gratidão. Só é possível mudar com vontade, união, competência e atitude. Temos encontrado muito apoio na comunidade de Bagé, que deseja um atendimento de qualidade e que reconhece a importância do trabalho da Polícia Civil. Uma comunidade que confia, acredita e, por isso, coopera e colabora", ressaltou.

FONTE: Anderson Ribeiro.

AddToAny