Visitar Lavras do Sul é se surpreender com um jeito peculiar e simples de levar a vida. Muitas vezes se diz que Lavras do Sul é uma grande família, por conta de sua hospitalidade entre os habitantes e para com os visitantes. Mesmo com seu tamanho de pequeno porte, possui atrações e eventos que atraem pessoas de diversos lugares e de todos os estilos, em todas as épocas do ano. Conhecendo Lavras do Sul, tu irás te surpreender. ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).

Previna-se contra o Coronavírus

Previna-se contra o Coronavírus
Fique em casa e saia apenas em casos de extrema necessidade, usando a máscara

quinta-feira, 16 de abril de 2020

SAÚDE: Segunda fase de vacinação contra a Gripe começa hoje, com novos grupos prioritários



A segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa nesta quinta-feira (16/04) e traz como principal novidade a inclusão de caminhoneiros, sendo que ainda nesta etapa integra doentes crônicos e profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais militares e civis); servidores da área prisional; população privada de liberdade; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas. Lavras do Sul, recebeu 400 doses para essa etapa.

Conforme o Ministério da Saúde, outras categorias foram incluídas porque, prestando serviços essenciais, estão mais expostas ao coronavírus. “Apesar de não ter eficácia contra a Covid-19, esta vacina auxilia os profissionais de saúde a excluírem o diagnóstico da gripe, já que as duas enfermidades apresentam sintomas parecidos, permitindo chegar mais rapidamente à identificação do coronavírus. Outra vantagem é reduzir a procura pelos serviços de saúde”, destacou a coordenadora municipal de imunizações, Enf. Gisele Rodrigues.

A coordenadora ressalta ainda que a vacinação continua sendo aplicada nos idosos, através das visitas domiciliares que as equipes continuam realizando. Até o momento, 1.256 idosos receberam a imunização, representando 101,86% do público-alvo e 100 trabalhadores da saúde, grupo que também fez parte da primeira etapa.

Outra novidade para esta quinta-feira, é a volta do sistema de vacinação domiciliar, a partir das 13h, e será realizado através do agendamento na USF Central, pelos fones 55 3282-2245 e ou celular 55 99673899, que começa a ser feito apartir das 8h. Nesse modo, eles são vacinados sem precisar sair de casa. Para essa ação, serão disponibilizadas 200 doses da vacina contra gripe.

De acordo com o Secretário de Saúde, Cacildo Delabary, o balanço positivo é resultado do esforço da equipe de Imunizações e também das medidas adotadas para essa campanha, como o sistema de vacinação domiciliar. “Este ano, foi antecipado o início da campanha contra a gripe, mais uma estratégia para proteger os públicos prioritários. Esta vacina, neste momento, auxilia na exclusão do diagnóstico da gripe, já que os sintomas são parecidos, e assim podemos chegar mais rapidamente à conclusão do diagnóstico da Covid-19”, lembrou.

O grupo seguinte, que inicia em 09 de maio, será composto por crianças com idade de seis meses até cinco anos 11 meses e 29 dias; gestantes; as mulheres que deram à luz até 45 dias (puérperas); adultos de 55 a 59 anos de idade; pessoas com deficiência e, agora, os professores.

Desta vez, os professores ficaram para a terceira fase da campanha, de 9 a 22 de maio, já que as aulas estão suspensas. A meta da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe é vacinar pelo menos 90% de cada um desses grupos até 22 de maio. O dia “D” de mobilização nacional para a vacinação será em 9 de maio. A vacina, composta por vírus inativado, protege contra os três vírus que mais circularam no Hemisfério Sul no ano passado: Influenza A (H1N1), Influenza B e o subtipo da Influenza A (H3N2).

FONTE: SMS Lavras do Sul - Facebook.

AddToAny