Links informativos

Visitar Lavras do Sul é se surpreender com um jeito peculiar e simples de levar a vida. Muitas vezes se diz que Lavras do Sul é uma grande família, por conta de sua hospitalidade entre os habitantes e para com os visitantes. Mesmo com seu tamanho de pequeno porte, possui atrações e eventos que atraem pessoas de diversos lugares e de todos os estilos, em todas as épocas do ano. Conhecendo Lavras do Sul, tu irás te surpreender. ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).

quarta-feira, 12 de junho de 2019

RELIGIÃO: Programação do Dia de Santo Antônio em Lavras do Sul

"No fim do século XVIII já havia garimpagem na região. A tradição oral, sem que se tenha algum documento que comprove, conta que nos primórdios da mineração foi descoberta uma grande pepita de ouro com o formato da imagem de Santo Antônio, num remando do arroio Camaquã, que hoje banha a cidade. Por essa razão aquela garimpagem recebeu o nome de Santo Antônio das Lavras ficando como padroeiro da localidade o milagroso santo." (Centenário Lavras do Sul. Comissão Central das Comemorações do Centenário de Lavras do Sul. Bagé: Quadra, 1982).

Nascido em agosto de 1195, em Lisboa, Portugal, e falecido em 13 de junho de 1231, em Pádua, na Itália, Santo Antônio se tornou um dos Santos mais populares da Igreja Católica. No Brasil, diversos municípios comemoram a festa relativa a ele, inclusive em Lavras do Sul.

Santo Antônio é Padroeiro das crianças, dos pobres, da pureza, dos objetos perdidos e dos casamentos (por isso é conhecido popularmente como o santo casamenteiro).

Nesta Quinta-Feira às 14h, Procissão e Missa com a presença do Bispo Dom Cleonir Dalbosco. Começa na Igreja Matriz de Santo Antônio e vai até o Santuário de Santo Antônio, próximo à Praia do Paredão. Após à Missa terá a Quermesse de Santo Antônio no Ginásio Municipal.




2 comentários:

  1. Jornalista Murilo Goes, saudações. Lavras nasceu no Bioma, não nasceu na bateia. A pepita com cara de Santo Antônio e que dera origem ao nome da cidade de Santo Antônio das Lavras, é uma das três lendas urbanas lavrenses difundida pelo marketing da época das mineradoras com objetivo de vender ações na Europa - ouro papel, eis que a tônica era dizerem que tinham minas de ouro na América Latina, indicando locais de difícil localização aos europeus, como era Lavras naquela época. Tem razão a matéria quando diz que não há comprovação dessa estória da tal pepita. A devoção a Santo Antônio deve-se aos jesuítas 136 anos antes da dita data de fundação da vila, isso com comprovação histórica. Os tais mineradores abandonaram a dita empresa e a mina e foram embora, não deixaram registros e sequer concluíram a construção do velho engenho, nem o engenho iniciado na propriedade do seu Bidinho, que ficaram como testemunhas solitárias desse insucesso. Essa lenda urbana é retomada para fortalecer uma narrativa atual da tradição minerária lavrense. Não surpreenderá que daqui a pouco se diga que a pepita com cara de Santo Antônio foi encontrada na Rua das Tropas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentário Lavras nasceu no Bioma e não nasceu na bateia, por Aloísio Severo - Advogado e lavrense.

      Excluir

AddToAny

No Facebook

Postagens mais visitadas