Links informativos

//// Visitar Lavras do Sul é se surpreender com um jeito peculiar e simples de levar a vida. Muitas vezes se diz que Lavras do Sul é uma grande família, por conta de sua hospitalidade entre os habitantes e para com os visitantes. Mesmo com seu tamanho de pequeno porte, possui atrações e eventos que atraem pessoas de diversos lugares e de todos os estilos, em todas as épocas do ano. Conhecendo Lavras do Sul, tu irás te surpreender. ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).

Páginas

A imagem do dia (20/06/19)

A imagem do dia (20/06/19)
Igreja Matriz de Santo Antônio - 2018 (CRÉDITO: Murilo de Carvalho Góes)

terça-feira, 4 de junho de 2019

EVENTOS LAVRENSES: O centenário Carnaval de Lavras do Sul


Escolha da primeira rainha do Carnaval de Lavras do Sul (Horizontina Pergentina de Souza Chiappetta) - 1917 (FOTO: Gentilmente cedida por Karla Regina Maciel)

Celebrado há mais de cem anos, é a maior festa do Município e a mais popular, levando um enorme público às ruas do centro da cidade durante as cinco noites de folia. Oficialmente, são cerca de 20 blocos carnavalescos registrados pela Secretaria Municipal de Turismo. Quatro deles possuem mais de 400 membros e são considerados os mais influentes: Grupo dos Relaxados, Vae de Qualquer Geito (VG), Vira Lata e Baita Fogo. O Grupo dos Relaxados surgiu em 1930, sendo considerado um dos blocos de salão mais antigos do Brasil. Oito anos mais tarde, no Carnaval de 1937, surgiu o Vae de Qualquer Geito (também conhecido como VG).

A partir do final do século XX, os blocos de jovens, dissidências dos blocos mais antigos, surgiram, como o Vira Lata, de 1980, e o Baita Fogo, de 2002. Vale destacar ainda a atuação de outros blocos, entre os atuais o Mimoso das Gurias, o Semo Feio Má Semo Carinhoso (conhecido também por SFMSC), a Turma do Nenê, As Peruas, Os Nonão, a Escola de Samba Pérola Negra, Os Bartira, Tchurulys, Cem Miséria, BDF entre outros.

Outros blocos famosos já extintos também ajudaram a abrilhantar a folia em Lavras do Sul, como As Marimbas, As Garotas, Caprichosos do Paredão, Os Pirata, BETBUC e a Escola de Samba Os Filhos do Sol. (para sugestões de citação de entidades carnavalescas, entrar em contato no Facebook do Panorama Lavrense).

O Clube Comercial e a Rua Dr. Pires Porto são os principais locais da folia lavrense, onde os munícipes e também os visitantes se divertem com bandas da região e a animação dos blocos, que também ocorre em suas sedes. As camisetas dos blocos e seus churrascos são tradições que perduram até hoje, assim como as matinês infantis no Clube Comercial. As "rádios" Galocha (do VG, na terça-feira de Carnaval) e Mugango (do Grupo dos Relaxados, no sábado de Carnaval), além da passeata do Grupo dos Relaxados na terça-feira, são sátiras aos fatos que acontecem em Lavras do Sul ao longo do ano.

Relação de Rainhas do Carnaval desde 1993 (adultas) e desde 2007 (infantis)

* Adultas (desde 1993)

* 1993 - Gislaine Gonçalves - Filhos do Sol 
* 1994 - Juliana Magalhães de Bem 
* 1995 - Rosemary 
* 1996 - Ane Rose Lopes Silva - Filhos do Sol 
* 1997 - Patrícia - Bet Buc 
* 1998 - Francini Vieira - Grupo dos Relaxados 
* 1999 - Cristiane 
* 2000 - Paula Carvalho do Nascimento 
* 2001 - Lilian Biaggi Leal - Copo Seco 
* 2002 - Daniele da Silva Moreira 
* 2003 - Mônica 
* 2004 - Rudiane Figueiredo 
* 2005 - Júlia Severo Martins 
* 2006 - Bruna Castilhos 
* 2007 - Evelyn - Kamaradas dy Verdy 
* 2008 - Danúsia Gonçalves da Silveira - Kamaradas dy Verdy 
* 2009 - Nataly Tainá Gonçalves - Filhos do Sol 
* 2010 - Hellen Teixeira - Grupo dos Relaxados 
* 2011 - Laísa Braga da Rosa - Ninfas 
* 2012 - Carolina Amaral - Vira Lata 
* 2013 - Brunna Bittencourt - Festeja 
* 2014 - Diule Gonçalves 
* 2015 - Carolina Carvalho Munhoz
* 2016 – Não foi realizado
* 2017 – Hellen Teixeira
* 2018 – Carolaine Silva
* 2019 – Maria Luísa Munhóz

Infantis (desde 2007)

* 2007 - Izadora Gonçalves da Silveira 
* 2008 - Nathália Mastroiano 
* 2009 - Janaina Soares Romeu 
* 2010 - Milena 
* 2011 - Maria Luiza Munhoz 
* 2012 - Cláudia Gonçalves 
* 2013 - Dhara Gularte Figueiredo 
* 2014 - Vivian Salazart 
* 2015 - Nalanda Lopes
* 2016 – Não foi realizado
* 2017 – Rafaela Munhoz Bastos
* 2018 – Sofia Lima
* 2019 – Valentine da Silva

Datas de fundação dos Blocos ativos do Carnaval de Lavras do Sul (dados da Secretaria de Turismo em 2019) 

* Baita Fogo = 2002 
* Vae de Qualquer Jeito = 1937 (1° Carnaval em 1938) 
* Grupo dos Relaxados = 1929 (1° Carnaval em 1930) 
* Os Nonão = 05/05/2005 
* Turma do Nenê = 14/02/2012 
* Turma do Ki Suco = 2011 
* Semo Feio Má Semo Carinhoso = 01/01/2009 
* Mimoso das Gurias = 2010 
* Louquinhos do Bem-Te-Vi = 1993 
* Vira Lata = 1980 
* Pérola Negra = 2013 
* BDF = 2013 
* Marilú = 2000 
* Tatu do Bêbado = 2018 
* Ninfas = 2006

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Conheça Lavras do Sul!

O município gaúcho de Lavras do Sul está localizado a 324 km a sudoeste de Porto Alegre, entre Caçapava do Sul e Bagé, através de acessos pelas rodovias BR-290, BR-392 e ERS-357. Possui 7 679 habitantes, distribuídos em uma área de 2 600 km² (IBGE, 2010). Emancipado de Caçapava em 9 de maio de 1882, foi o único município gaúcho com origem na mineração do ouro. Possui as denominações carinhosas de "Pepita do Rio Grande" e "Terra do Ouro". Na atualidade, a economia se baseia na pecuária (principalmente bovinos e ovinos), comércio, fruticultura, lãs, indústrias artesanais e turismo. Tem como atrações turísticas principais a Igreja Matriz de Santo Antônio, a Praça Licinio Cardoso e o Camping Municipal (ou Praia do Paredão). O Carnaval lavrense é um dos maiores do Rio Grande do Sul e do Interior Brasileiro. Além do Carnaval, são realizadas as mais diversas festas e eventos ao longo do ano. Tudo consequência da alegria, da tranquilidade, da hospitalidade e da receptividade do povo lavrense.
A Sede está situada na latitude de 30°48’41”S e longitude 53°54’02” O. São dois os Distritos: o primeiro, Sede, com 1.240 km² aproximadamente; e o segundo, o Ibaré, com 1.360 km² aproximadamente.
A altitude média é de 300 metros acima do nível do mar (oficialmente ela está em 277 metros), mas em vários pontos, chega a 400, 450 metros. Nas regiões do extremo oeste do município, alcança apenas 98 m nas curvas do Rio Santa Maria.
Faz divisa com sete municípios: Vila Nova do Sul e Santa Margarida do Sul (norte), São Gabriel (norte e noroeste), Dom Pedrito (oeste, sul e sudoeste), Bagé (sudeste), Caçapava do Sul (leste e nordeste) e São Sepé (nordeste e norte). Até os anos 1980, havia uma pequena divisa com Rosário do Sul, que foi extinta devido a anexações aos municípios de Dom Pedrito e São Gabriel. O perímetro aproximado de divisas de Lavras do Sul é de 380 km. A distância entre os extremos leste-oeste é de cerca de 120 km.
Lavras do Sul está situada a 2.431 km de Brasília, Capital do Brasil, e a 641 km de Montevidéu, Capital do Uruguai. Localiza-se na faixa de fronteira.

SEJAM BEM-VINDOS(AS) AO BLOG INDEPENDENTE DE LAVRAS DO SUL/RS E REGIÃO. VISITEM NOSSA CIDADE E O PAMPA GAÚCHO EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO. TRABALHAMOS DESDE 2007 E LEVAMOS QUALIDADE E CARINHO A ESTA TERRA PELAS ONDAS DA INTERNET. FIQUEM À VONTADE E SIGAM CONOSCO!

No Facebook

Postagens mais visitadas