Links informativos

Visitar Lavras do Sul é se surpreender com um jeito peculiar e simples de levar a vida. Muitas vezes se diz que Lavras do Sul é uma grande família, por conta de sua hospitalidade entre os habitantes e para com os visitantes. Mesmo com seu tamanho de pequeno porte, possui atrações e eventos que atraem pessoas de diversos lugares e de todos os estilos, em todas as épocas do ano. Conhecendo Lavras do Sul, tu irás te surpreender. ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).

terça-feira, 12 de abril de 2016

LAVRAS DO SUL 134 ANOS: Sugestões de atividades para as comemorações do 9 de maio

download

Agora vamos rumo ao Aniversário de Lavras! Eu gosto tanto de Lavras do Sul que sempre penso que aqui tem tudo, e que somos mesmo muito peculiares, mas no ótimo sentido, então vou tentar elaborar algumas propostas para serem usadas em atividades alusivas ao 09 de Maio, o niver das Lavras!




Bora lá...


1. Simulação da assinatura da Lei nº 1364 de 09 de maio de 1882, quando a nossa Freguesia foi elevada à categoria de Vila de Santo Antônio das Lavras (ainda era Império Brasileiro, os escravos não tinham sido libertos, que contexto!!). No ano seguinte, em 28 de janeiro de 1883, Capitão Guilherme Herculano de Medeiros, Presidente da Câmara de Caçapava do Sul, instalou a 1ª Câmara Municipal da Vila de Santo Antônio das Lavras e deu posse aos vereadores: Manoel Gomes Jardim, Vasco José de Souza Freitas, Fernando de Freitas Jacobsen, Galvão José de Souza, Ubílio José Teixeira, Manoel de Macedo Neto e Miguel Redozino Meza. Com essa informação é possível recriar esse ato, com um trabalho de figurino, como as pessoas se vestiam na época, quem podia votar, como foi formado o município de Lavras do Sul (um pedaço de Bagé e outro de Caçapava); se esses vereadores eram remunerados, o que faziam. Existem lugares com esses mesmos nomes na cidade, quem eram essas pessoas? - Lembrando que tudo isso aconteceu em comitiva de carreta e atravessando o Hilário de balsa! A Câmara Municipal na época era composta pelos chamados "Homens Bons", um recurso do Império para controlar as regiões. Não tinha prefeito! Só depois de 1889, com a República é que vieram os Intendentes!



2. As lendas são sempre boas atividades, divertidas e as crianças adoram, dá pra dramatizar com as próprias crianças, dá pra usar fantoches de vara e contar uma lenda, eu fiz a Lenda do Túmulo da Cigana, adaptada para o público infantil, tomara que gostem. No livro Lavras do Sul na Bateia do Tempo tem todas as lendas;


3. Outra atividade, daí envolvendo diretamente a Rota do Ouro é justamente recriar a rota com imagens fotográficas e criar uma cidade de papel e blocos de montar, assim é possível trabalhar uma série de elementos, como perspectiva, ruas, localização, percepção e história. Quem tem o dom, dá pra fazer maquetes com isopor, madeira, palito, mas daí é só pra quem tem talento mesmo!! Não é o meu caso, por isso sugiro com fotografias.


4. Conhecer ilustres cidadãos, como Licínio Cardoso, quem foi? Ele é um grande médico, uma referência nacional e internacional no campo da Homeopatia, e era um menino pobre, de Lavras, que foi de carona, a pé (carona era ir "meio" junto) até o RJ, onde era a capital do Brasil, e se formou na escola militar, onde os meninos pobres com indicação iam estudar antigamente, e lá se formou engenheiro e matemático, depois estudou medicina. Dá pra ir visitar a Escola Licínio Cardoso, lá tem fotos, informações e um prédio com o nome dele, além da praça principal da cidade com o busto dele. Assim como LC, outros filhos de Lavras do Sul também foram e são motivos de orgulho e referências e suas profissões, o que pode se tornar em uma atividade de incentivo ao estudo, ainda mais em momentos como o nosso, que a Educação carece de bons exemplos e de motivação.


Quem quiser, deixa sua sugestão, tem muito mais coisas que podemos fazer, mas vamos por partes (como diria Jack!).


Um abraço da Ferê!
‪#‎AuladaFerê‬


FONTE: Fernanda Carvalho (Rota do Ouro - Facebook)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

No Facebook

Postagens mais visitadas