Links informativos

Visitar Lavras do Sul é se surpreender com um jeito peculiar e simples de levar a vida. Muitas vezes se diz que Lavras do Sul é uma grande família, por conta de sua hospitalidade entre os habitantes e para com os visitantes. Mesmo com seu tamanho de pequeno porte, possui atrações e eventos que atraem pessoas de diversos lugares e de todos os estilos, em todas as épocas do ano. Conhecendo Lavras do Sul, tu irás te surpreender. ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).

terça-feira, 29 de julho de 2014

PAMPA GAÚCHO: Resumo do clima da região

Em maio de 2011, após diversas pesquisas, foi lançada pela Prof. Maíra Suertegaray Rossato, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a nova tipologia climática do Estado do Rio Grande do Sul. A nova classificação é mais detalhada, levando-se em consideração os fatores de massas de ar, relevo e temperatura, entre outros. Sobre a tipologia climática proposta pela Prof. Maíra Suertegaray Rossato, podemos classificar o relevo de Lavras do Sul e da Região da Campanha Gaúcha/Pampa Meridional conforme informações a seguir.

O clima lavrense (e também do Pampa Gaúcho e da região sul do Estado do Rio Grande do Sul), segundo esta tipologia, é Subtropical Ia, ou seja:

Pouco úmido, com inverno frio e verão fresco. Área com maior influência dos sistemas polares e com menor participação dos sistemas tropicais conjugados com a influência do relevo (Escudo Sul-rio-grandense e Planície Costeira) e da Corrente fria das Malvinas (Falklands). Os sistemas frontais são responsáveis pela maior parte das precipitações. Chove entre 1200-1500 mm anuais, distribuídos em 80-100 dias de chuva. São os menores valores de precipitação pluvial do RS que se distribuem mensalmente em cerca de 6-9 dias de chuva. A temperatura média anual varia entre 17-20°C. A temperatura média do mês mais frio oscila entre 11-14°C e a temperatura média do mês mais quente varia entre 20-26°C. (ROSSATO, 2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

No Facebook

Postagens mais visitadas