Links informativos

Visitar Lavras do Sul é se surpreender com um jeito peculiar e simples de levar a vida. Muitas vezes se diz que Lavras do Sul é uma grande família, por conta de sua hospitalidade entre os habitantes e para com os visitantes. Mesmo com seu tamanho de pequeno porte, possui atrações e eventos que atraem pessoas de diversos lugares e de todos os estilos, em todas as épocas do ano. Conhecendo Lavras do Sul, tu irás te surpreender. ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

PAMPA GAÚCHO: Reunião sobre a Bacia do Rio Camaquã em Bagé

Reunião do Comitê de gerenciamento da bacia do Rio Camaquã (Foto:Augusto Sapper)

A Prefeitura de Bagé, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SMDET), realizou na tarde desta quinta-feira (24.10), no Salão Camilo Moreira, uma reunião com o Comitê de gerenciamento da bacia hidrográfica do Rio Camaquã.

A bacia hidrográfica é um conjunto de terras drenadas por um corpo de água e seus afluentes. Suas nascentes estão situadas próximas às localidades de Torquato Severo, no município de Dom Pedrito, divisa com Bagé.

Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Alencar Dal Molin, a bacia hidrográfica conta com um plano diretor que visa fundamentar e orientar a implementação da Política Estadual de Recursos Hídricos, bem como, o gerenciamento dos recursos hídricos em uma bacia hidrográfica. “É uma satisfação imensa recebê-los em nossa cidade. O rio Camaquã é muito importante para toda região, não só pela sua água, mas pela sua paisagem”, completou.

De acordo com ele, o bom uso da água é responsabilidade de todos. “O cidadão deve entender que este bem passa por um longo caminho, desde a sua nascente até chegar as nossas casas e locais de trabalho”, ressaltou.

Os municípios que integram a bacia do rio Camaquã são: Amaral, Ferrador, Arambaré, Arroio do Padre, Bagé, Barão do Triunfo, Barra do Ribeiro, Caçapava do Sul, Cachoeira do Sul, Camaquã, Canguçu, Cerro Grande do Sul, Chuvisca, Cristal, Dom Feliciano, Dom Pedrito, Encruzilhada do Sul, Hulha Negra, Lavras do Sul, Pelotas, Pinheiro Machado, Piratini, Santa Margarida do Sul, Santana da Boa Vista, São Jerônimo, São Gabriel, São Lourenço do Sul, Sentinela do Sul, Tapes e Turuçu.

FONTE: Prefeitura de Bagé / via Farrapo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

No Facebook

Postagens mais visitadas