Links informativos

//// Visitar Lavras do Sul é se surpreender com um jeito peculiar e simples de levar a vida. Muitas vezes se diz que Lavras do Sul é uma grande família, por conta de sua hospitalidade entre os habitantes e para com os visitantes. Mesmo com seu tamanho de pequeno porte, possui atrações e eventos que atraem pessoas de diversos lugares e de todos os estilos, em todas as épocas do ano. Conhecendo Lavras do Sul, tu irás te surpreender. ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).

domingo, 30 de junho de 2013

EM TEMPO REAL: Peça "A Comédia da Esposa Muda", em sua útlima apresentação


FOTO: Bruno Fernandes (Facebook)

SOCIEDADE: Fórum Regional da Participação Popular e Cidadã


Após a realização das assembleias municipais, com destaque para o encontro em Bagé, a região da Campanha prepara-se para a próxima etapa do ciclo de debates do Orçamento 2014.

No dia 13 de julho, será realizado o Fórum Regional da Participação Popular e Cidadã, a partir das 9h, no Instituto Estadual de Educação Dr. Bulcão (Lavras do Sul).

No mês de julho, todas as 28 regiões dos Coredes organizam as discussões dos Fóruns, deliberando sobre a cédula da Votação de Prioridades.

A realização dos Fóruns segue o calendário de ações do Ciclo de Debates do Orçamento 2014, após as assembleias municipais. Nesta etapa, a coordenação regional, Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes) e os delegados de cada região definem as cédulas.

Cada relação terá de dez a 20 demandas, entre as quais poderão ser escolhidas até quatro opções.Já entre as prioridades estratégicas serão cinco opções, onde deverão ser votadas apenas duas.

CALENDÁRIO

Julho - Fóruns Regionais da Participação Popular e Cidadã
Agosto - 06 e 07 - Votação de Prioridades 2014
Setembro - 15 - Entrega da PLOA 2014 à Assembleia Legislativa

FONTE: Farrapo

ESPAÇO SOCIAL: Marcha das Crianças, na Praça das Bandeiras









Mesmo com um público reduzido, as crianças que participaram da Marcha das Crianças, realizada na manhã de hoje, na Praça das Bandeiras, demonstraram o civisimo e a vontade de mudanças sociais em nosso país com muito orgulho e alegria.

FOTOS: Maria Julia Medeiros Silveira (Facebook)

sábado, 29 de junho de 2013

ESPAÇO SOCIAL: Lavrenses se preparam para a Marcha das Crianças, neste domingo




FOTOS: Rita Schwarz (Facebook)

CULINÁRIA: Presença do Chef Roberto Vianna no Telúrica Bar


Chef Roberto Vianna estará novamente em Lavras do Sul. O Chef da Ovino Fest virá nos dias 06 e 07 de julho, no Telúrica Lavras Do Sul, onde preparará pratos a base de cordeiro harmonizados com vinho, ótima pedida para o inverno glacial de Lavras do Sul. O Chef Vianna dará um workshop especial para a equipe da cozinha do Telúrica, para inserir os pratos apresentados no final de semana, no cardápio do restaurante. 

Na ocasião também será formada a Confraria Gastronômica das Lavras, para reunir apreciadores da boa culinária e do vinho, valorizando sempre os produtos regionais. 

A promoter do restaurante, Renata La-Rocca, buscará na cidade hortas orgânicas que possam fornecer os temperos e as raízes para o Chef preparar os pratos. Quem souber de informações, favor entrar em contato com a mesma.
Então, 06 e 07 de julho, Roberto Vianna no Telúrica Bar e Restaurante com a arte da gastronomia regional.

FONTE DAS INFORMAÇÕES E DA IMAGEM: Turismo de Lavras do Sul (Facebook).

FESTEJOS FARROUPILHAS: Rodeio alusivo ao evento

Segundo a Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Lavras do Sul rodeio alusivo aos Festejos Farroupilhas 2013 será nos dias 21 e 22 de setembro, na Associação Tradicionalista, José Benito Chiappetta.

INFRAESTRUTURA: Obras para o calçamento do acesso ao Parque do Sindicato Rural

Começaram no dia 25 de junho as obras para o calçamento da avenida de acesso ao Parque do Sindicato Rural, obra esta que foi conseguida através de Emenda Parlamentar do Deputado Afonso Hamm, através de iniciativa conjunta da Prefeitura Municipal e do Sindicato Rural de Lavras do Sul.

O trâmite existe há mais ou menos uns dois anos e nesta terça feira as obras iniciaram, beneficiando quem vem para os eventos do Sindicato Rural, através de uma via que passará a ser pavimentada, com local para estacionamento, calçada, iluminação, além, é claro, de terminar o problema com poeira, barro, comuns de acontecer com o acesso de terra de então.

O Sindicato Rural agradece a todos os que se envolveram nessa empreitada e que contribuíram para que essa obra acontecesse. Nosso muito obrigado!

FONTE: Sindicato Rural de Lavras do Sul (Facebook)

EVENTOS: Quermesse no I.E.E. Dr. Bulcão



FOTOS: Patrícia Marsnak Brito (Facebook)

EVENTOS: Próximas festas juninas em Lavras do Sul (veja folders)







sexta-feira, 28 de junho de 2013

PANORAMA LAVRENSE: Retomadas as atualizações neste blog

Por questões técnicas, estamos voltando para este endereço. Saiba das notícias de Lavras por aqui.

Agradecemos a compreensão e o carinho de todos os internautas!

domingo, 23 de junho de 2013

NOTÍCIAS DO BRASIL E DO MUNDO: Seleção do Taiti conquista a simpatia dos brasileiros na Copa das Confederações

A Seleção de futebol do Taiti (Oceania) conquistou a simpatia dos torcedores brasileiros na Copa das Confederações. A equipe, com exceção de um jogador, é totalmente amadora e se classificou para a competição por ter sido campeã em seu continente, o que lhe deu o direito de disputar sua primeira competição de maior repercussão.

O Taiti (ilha integrante da Polinésia, grupo de ilhas do leste da Oceania), na verdade pertence à França, mas possui equipe independente de futebol. A Seleção Taitiana, justamente pela pouca expressão, estrutura e recursos, transformou-se em um sucesso, mostrou simpatia e arrecadou milhares de fãs nas cidades-sedes da Copa das Confederações onde passou (Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Recife), e em todo o Brasil.

Na derrota de 6 a 1 para a Nigéria, no último dia 17 (segunda-feira), no Mineirão, em Belo Horizonte, o gol de honra taitiano foi comemorado como se fosse um título, justamente por ser o primeiro gol marcado pela equipe fora da Oceania. No jogo contra a Espanha, na quinta-feira, dia 20, no Maracanã (Rio de Janeiro), a torcida por mais um gol do Taiti foi enorme. Ainda assim, o placar foi de 10 a 0 para a Seleção Espanhola (que jogou a partida com um time reserva).

Hoje o Taiti se despede de sua participação na Copa das Confederações, enfrentando o Uruguai, no Recife. Mas o que importa, acima de tudo, é a participação. A Seleção Taitiana já é uma vencedora, sem dúvida!

PAMPA GAÚCHO: Região movimentada para o show do funkeiro carioca Naldo, hoje à noite, em Bagé


ENCICLOPÉDIA: Relembrando Elis Regina

Agora há pouco, a Pepita FM executou a música "Como nossos pais", clássico da cantora Elis Regina (1945-1982). A cantora, nascida na Vila do IAPI, em Porto Alegre, até hoje é considerada uma das maiores vozes da história da música brasileira.

sábado, 22 de junho de 2013

TRADICIONALISMO: Músicas concorrentes da segunda noite da Sentinela da Canção Nativa (22.06)

SENTINELA DA CANÇÃO NATIVA

Músicas da fase estadual (sábado, dia 22 de junho de 2013)

1ª música -Poema de Saudade - Intérprete Mateus Leal

2ª - O Caminhão do Florentino - Cristiano Fantinel

3ª Carreteiros - Luciano Maia

4ª Tocador - Marcelo Oliveira e Regional Conesse

5ª - Alma de Estância - Jorge Freitas

6ª Depois da Última Recorrida - Volmir Coelho

7ª De Arrasto - Arthur Mattos

8ª Hoje é o dia de faxina - Jean Kirchoff

9ª Tekoporã - Juliano Javoski

FONTE: Marcelo Marques (Portal Farrapo)


Acomapanhe o evento na Rádio Pepita FM e no Portal Farrapo, além de flashes no Facebook do Panorama Lavrense.

CULINÁRIA: Receita de figada, doce típico da nossa terra




Conheça, a seguir, a receita de um dos doces mais tradicionais da culinária lavrense, muito apreciado e bastante produzido artesanalmente: a figada.

Ingredientes

1kg de figos
800g de açúcar
Água

Preparo

- Retire os cabinhos dos figos
- Corte em pedaços e leve ao fogo cobertos com água
- Deixe cozinhar até que as frutas fiquem macias
- Escorra
- Junte o açúcar e volte ao fogo, mexendo de vez em quando
- Quando estiver no ponto, retire e guarde em vidro hermeticamente fechado

Dica
* Se quiser usar como doce mole, retire do fogo logo que começar a soltar do fundo da panela. Caso contrário, deixe por mais tempo

FONTE DAS INFORMAÇÕES: ClicRBS
FONTE DA IMAGEM: http://aventurasnacozinhadamary.blogspot.com.br/2011/07/doce-de-figo.html, acesso em 22/06/2013.

ESPORTE E LAZER: Treino Livre de Velocross neste domingo (23/06)


EM TEMPO REAL: A "superlua" brilha nos céus nesta noite no Rio Grande do Sul

Neste momento, é possível observar em diversos pontos da Terra o fenômeno da "superlua", onde nosso satélite natural está com visibilidade maior que a normal, por estar no ponto de localização mais próximo do nosso planeta.





PAMPA GAÚCHO: Manifestação pacífica na tarde de hoje (22.06), em São Gabriel




CRÉDITO DAS IMAGENS: Marcelo Ribeiro, Blog Caderno 7 (Facebook)

ENCICLOPÉDIA: Relevo do Uruguai


RELEVO DO URUGUAI

O relevo do Uruguai é um domínio de estudos e conhecimentos sobre todos os planaltos e planícies do território uruguaio. O Uruguai situa-se na zona de transição entre o pampa úmido da Argentina e o planalto meridional brasileiro. O relevo é constituído por dois grandes sistemas de coxilhas (elevações suaves e arrendondadas) e suas ramificações. De altitude raramente superior a 300m, as coxilhas têm seu ponto culminante no Cerro Catedral, com cerca de 514 m. A coxilha Grande situa-se em terrenos de embasamento cristalino e a de Haedo, sobre terrenos basálticos. Estreitas planícies margeiam o rio da Prata e a costa atlântica.

RELIEVE DE URUGUAY

El relieve de Uruguay es un dominio de estudios y conocimientos sobre todo mesetas y llanuras del territorio uruguayo. Uruguay se encuentra en la zona de transición entre la pampa húmeda de Argentina y la meseta del sur de Brasil. El relieve está formado por dos grandes sistemas (coxilhas elevaciones suaves y redondeadas) y sus ramificaciones. Elevación raramente sobrepasan los 300 m, los coxilhas tienen su culminación en el Cerro Catedral, con alrededor de 514 m. El Coxilha Grande se encuentra en la tierra del basamento cristalino y Haedo en terreno basáltico. Reduzca llanuras que bordean el Río de la Plata y la costa atlántica.

FONTES: Wikipédia e Infoescola (Mapa)

ESPAÇO SOCIAL: Posse responsável de cães e gatos


PAMPA GAÚCHO: VIII Festival da Culinária Campeira Ovino e Vinho em Dom Pedrito


sexta-feira, 21 de junho de 2013

CULTURA: Workshop de Fotografia dias 06 e 07/07, com Jorge Aguiar


LAVRAS DO SUL NO BRASIL E NO MUNDO: Ovinocultura lavrense em destaque em Esteio



Palestra sobre a OvinoFest (Os Cordeiros de Lavras do Sul e a Ovinofest), de Dilermando Barros, dia 29 de junho, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, às 17h, dentro do Festival de Gastronomia do Rio Grande do Sul. A entrada para o evento é um quilo de alimento não perecível. Clique aqui para maiores informações sobre o evento.

TURISMO: A Rota do Ouro

Confira a seguir, na íntegra, os textos, gentilmente cedidos pela Secretária Municipal de Turismo, Fernanda Ricalde Teixeira Carvalho, da página Rota do Ouro, no Facebook. 

O Projeto Rota do Ouro consiste em planejar um roteiro turístico sobre a história da mineração do ouro em Lavras do Sul, através da arquitetura, dos locais e da trajetória do período de formação do município, fornecendo um resgate histórico da mineração a quem visitar Lavras do Sul.


Casa do Garimpeiro

Casa localizada nas proximidades da Gruta Nossa Senhora de Lourdes, na Rua Sarandi. De construção bem simples, feita com pedras provavelmente do local de sua edificação. Nela residiu a Parteira Rosalina, responsável, mesmo sem ser médica e com instrumentos rudimentares, por muitos partos naturais em nosso município. Foi também a casa de um garimpeiro, representando assim toda a arquitetura vernacular edificada para servir de moradia aos trabalhadores braçais da mineração.

Foto de Chaleco Lopes, do livro Olhares da Minha Terra



Engenho Belga

O Engenho Belga recebeu este nome após a sociedade de Francisco Lopes (espanhol) e Paulo Tallourd (francês) com o belga Charles Renard, foi o primeiro empreendimento multinacional de mineração em Lavras do Sul. A Cia. Belga funcionou apenas alguns anos, e em 1909 fora vendida para a Brazilian Goldfields Limited, que adquiriu todos os bens da antiga companhia trinacional. E em 1938, o químico Pedro Mata comprou o engenho belga e às margens do Arroio Camaquã das Lavras construiu uma casa de pedra, que segundo à memória oral, fora construída ao valor de seis toneladas de ouro extraídas pela Companhia Mineração de Ouro do Butiá Ltda (1936 a 1938).

  
Casa e Engenho do Paredão

Do Engenho do Paredão restam apenas alguns elementos, infelizmente o maquinário e a construção foram destruídos e vendidos para o ferro-velho, porém, esquecer também é lembrar, e este é o ponto da Rota do Ouro em que lembra-se do abandono, do fim de um ciclo de sucesso, riqueza e aventura, para o início de um profundo esquecimento da história da cidade que irá durar cinquenta anos.

O Engenho do Paredão funcionou entre os anos de 1935 a 1947. Espera-se que com a demanda criada a partir da rota em outros pontos, haja uma conscientização dos proprietários do local e seja então permitida a visitação, além de adaptação para a prática do turismo.

Funcionou de 1937 até 1947, chegando a produzir neste período 200 kg de ouro. Na década de 60 foi residência do Sr. Frederico Conti e família, e até a década de 90 ainda era possível ver suas ruínas, que foram demolidas por oferecer risco de acidente, pela força das águas do Camaquã em tempos de enchente.

Trechos retirados da Dissertação de Mestrado de Fernanda Ricalde Teixeira Carvalho

 

Praça Hermínia Ferreira de Souza

Santo Antônio é o padroeiro da cidade por uma série de motivos, um deles é que um garimpeiro bateava ouro nas lavras do arroio Camaquã e encontrou uma pepita que lembrava o formato do santo, assim, Santo Antônio tornou-se para os nativos da cidade símbolo de riqueza, fortuna e proteção, por isso, construiu-se no alto da cidade, de onde se pode ver a Igreja Matriz e toda a movimentação urbana. É possível também que o nome venha dos padres jesuítas, que passavam pelo local com o gado, e chamavam o lugar de Povo de Santo Antônio.

Seja qual for o discurso sobre o padroeiro, o que existe é uma grande devoção popular pelo santo dito casamenteiro, mas também feito de ouro.
A Praça Santo Antônio (nome oficial: Praça Dona Hermínia Ferreira de Souza) foi posicionada como último ponto de visitação porque possui um espaço de lazer interessante e uma vista privilegiada da cidade, podendo ser um espaço de contemplação e observação da paisagem urbana.

Texto retirado da Dissertação de Mestrado (UFSM) de Fernanda Ricalde Teixeira Carvalho



Ruínas da Company Mining Gold - 1875

Ruínas do prédio da antiga Gold Mining Company. Situado à Rua João Moreira, foi a primeira edificação industrial da mineração aurífera em nosso município, consta como data de construção o ano de 1875. Era composto de dois andares, onde havia uma padaria, ferraria, alojamento dos engenheiros e outros funcionários, e também o próprio engenho de ouro. Os seus portões de ferro são característicos da Arquitetura Industrial, que também trouxe para as edificações as coberturas de zinco e amianto, presentes no prédio, trabalho característico do final do século XIX. As ferragens das portas, ainda são as mesmas dos tempos da inauguração, e provavelmente tenham sido trazidas de além mar, na vinda dos primeiros exploradores. É um dos prédios de maior importância histórica.

Com porões habitáveis, onde funcionou em tempos distintos um Colégio, um Cinema, um Hospital de Emergência, e um Engenho de trigo e arroz. Também chamado de Engenho Velho e Comando, foi sede do CTG Ronda do Pampa, fundado em maio de 1957, foi o primeiro CTG de Lavras. Em suas paredes internas resistem ao tempo, pinturas feitas por Ricardo Camaquã, e versos de autoria de Valdo Teixeira e Edilberto Teixeira, (que assinava seus versos com o heterônimo de Vinícius Valério) e decoravam as paredes do CTG. Hoje funciona uma das partes, oficina mecânica, de propriedade do Sr. Eloi Leivas.

Fonte: Dissertação de Mestrado de Fernanda Ricalde Teixeira Carvalho e do Livro Olhares da Minha Terra.


Casa de José Chiappetta

Residência de 1906, pertence à família de José Chiappetta, engenheiro de minas vindo da Sicília, Itália, foi um dos mais bem sucedidos empresários do ouro em Lavras do Sul.
 
Sua produção era carregada em mulas por tropeiros até o Uruguai, onde o minério era vendido e trocado por produtos de consumo da família.

"O prédio possui estilo eclético, de construção em série, e junto com o prédio comercial ocupava toda a quadra. Possui parapeito, ou guarda corpo amparando suas portas-sacadas em ferro fundido e detalhes de ornatos em suas colunas. Internamente apresenta janelas com floreiras e suas paredes internas mostram uma característica arquitetônica da época de sua edificação, a presença de Escariolas" (Olhares da Minha Terra).

O imóvel é uma das mais belas residências da cidade. Eventualmente poderá ser visitado o seu interior, desde que previamente agendado com a família da moradora centenária.


Edificação

Edificação térrea, geminada, construída em 1909, de arquitetura residencial neoclássico, apresenta em sua fachada simétricos detalhes nas molduras das janelas em ornatos, e guarda corpo nas suas porta-janelas em alvenaria maciça. Possui pilastras em capitel decoradas, requintes próprios da época de sua construção.
 
Possui portão em estilo eclético, advindo da Arquitetura Industrial do Ferro, provavelmente importado, todo ele trabalhado e feito com rebites. Construída pelas mãos do Sr. Zeca Souza e de sua esposa Maria Barcellos de Souza. Teve como morador o Sr. Serapião Freitas de Souza.
 
Esta casa está localizada na Rua Dr. Pires Porto, 526, antiga Rua Grande e depois Rua XV de Novembro.
 
Ali também residiu o Sr. João Ricardo de Souza e a Sra. Luzia Jurema Vidal de Souza, pais do médico veterinário Paulo Souza, por duas vezes Prefeito do Município.
Funcionou neste local o Fórum, um Cartório de Registros e um Posto de Saúde.


Imóvel do Centro da Cidade

O imóvel localizado no centro da cidade é um testemunho do progresso que o engenho apresentou, com característica da arquitetura eclética, típica residência do movimento, com entradas laterais, muitos adornos e portões de ferro. É uma casa geminada, que apresenta diversos elementos de adorno que remetem ao rococó e outros estilos arquitetônicos, que foram sobrepostos em uma imensa fachada.
Atualmente as casas pertencem a descendência de duas das filhas do empreendedor, embora não tenha nenhum habitante nelas, o que é preocupante, pois assim, o estado de conservação das casas está em processo de deterioração cada vez mais grave.
Informações Dissertação de Mestrado de Fernanda Ricalde Teixeira Carvalho e do Livro Olhares da Minha Terra
Foto do Acervo da Casa de Cultura nº 232.


Igreja Matriz de Santo Antônio

Vista da Igreja Matriz Santo Antônio, sua construção iniciou em 1914, quando era pároco o Padre Antonio Martins d’Oliveira, e as obras sob a direção do Engenheiro Viterbo de Carvalho é que a mesma foi concluída, em 1917. Sua primeira pintura data de 1918. A edificação faz referência à arquitetura neo gótica, usado elementos do repertório formal desta data. Trata-se de uma construção eclética historicista, típica do século XX no Brasil. Notam-se nas janelas laterais os vidros originais da época e os requintes dos ornatos, como os detalhes angelicais no óculo de sua torre de 25 metros, junto com as iniciais S.A., de Santo Antônio. Nesta obra, que para a época era de vulto, toda a população ajudou, senhores e senhoras engajaram-se em angariar fundos para que fosse erguida a Igreja Matriz, das matas da propriedade do Visconde do Serro Formoso, veio quase que toda a madeira necessária para a construção. Conta-nos uma tradição oral local, que nos subsolos da Igreja existe uma enorme jazida de ouro, de um extenso filão por onde se sustentam seus alicerces.

Casa do Explorador Ademar Teixeira

Antiga Casa do Explorador Ademar Teixeira, tinha um engenho chamado Cerro Rico, em uma propriedade rural de mesmo nome, onde, encontram-se maquinários do engenho como parte do cenário ao redor da sede da fazenda.
Atualmente a casa pertence ao advogado Hélio Teixeira, onde mantem o seu escritório de advocacia junto com um de seus filhos.
É uma construção simples, sem muitos adornos na fachada, mesmo assim é uma representante do movimento residencial eclético no Brasil.


Centro de Alfabetização Profª Helena Dutra Ferreira

Esta casa foi antiga residência do Sr. Juca Souza e Família, pai de Ema Torgo, que se casou com o General Eurico Torgo, um dos oficiais que veio para Lavras na implantação do 13º RCI. Por isto a casa ficou conhecida como a “Casa das Torgo”, permaneceu fechada por décadas até ser adquirida pelo município, em 1997, e transformada no Centro de Alfabetização. Hoje, o casarão pertence à Prefeitura e é uma escola de educação infantil, Escola Profª Helena Dutra Ferreira. Porém, a oralidade nos conta que a casa era protegida por um fantasma que guardava um baú de ouro, nada fora encontrado durante as obras de restauração no imóvel, nem baús, nem qualquer vestígio de que ali haviam objetos guardados, a casa encontrava-se no mais absoluto abandono, com toda a sua estrutura comprometida.

A edificação apresenta muitos adornos pré-moldados e portões de ferro. É um dos prédios de arquitetura eclética mais rica e rebuscada do casario antigo e preservado de nossa cidade.

Tem em sua fachada simétrica características do classicismo, portão alto e entrada lateral com pedestais em forma de compoteiras.

Referências da Dissertação de Mestrado de Fernanda Ricalde Teixeira Carvalho
Foto de Daniele Moreira e  Informações do Livro Olhares da Minha Terra


Acervo fotográfico da Casa de Cultura José Neri da Silveira
 
Rua Adão Teixeira da Silveira nº 400
Horário de visitação: das 8h às 12h de seg a sex


Souvenir da Terra do Ouro desenvolvidos pela artista Rosa Helena Carvalho Teixeira.

Studio Arte
Rua Maurício José Teixeira Neto
Em frente à Maçonaria





FONTE DO MATERIAL: http://www.facebook.com/rotadoourolavrasdosul, acesso em 21/06/2013.

AddToAny

Conheça Lavras do Sul!

O município gaúcho de Lavras do Sul está localizado a 324 km a sudoeste de Porto Alegre, entre Caçapava do Sul e Bagé, através de acessos pelas rodovias BR-290, BR-392 e ERS-357. Possui 7 679 habitantes, distribuídos em uma área de 2 600 km² (IBGE, 2010). Emancipado de Caçapava em 9 de maio de 1882, foi o único município gaúcho com origem na mineração do ouro. Possui as denominações carinhosas de "Pepita do Rio Grande" e "Terra do Ouro". Na atualidade, a economia se baseia na pecuária (principalmente bovinos e ovinos), comércio, fruticultura, lãs, indústrias artesanais e turismo. Tem como atrações turísticas principais a Igreja Matriz de Santo Antônio, a Praça Licinio Cardoso e o Camping Municipal (ou Praia do Paredão). O Carnaval lavrense é um dos maiores do Rio Grande do Sul e do Interior Brasileiro. Além do Carnaval, são realizadas as mais diversas festas e eventos ao longo do ano. Tudo consequência da alegria, da tranquilidade, da hospitalidade e da receptividade do povo lavrense.
A Sede está situada na latitude de 30°48’41”S e longitude 53°54’02” O. São dois os Distritos: o primeiro, Sede, com 1.240 km² aproximadamente; e o segundo, o Ibaré, com 1.360 km² aproximadamente.
A altitude média é de 300 metros acima do nível do mar (oficialmente ela está em 277 metros), mas em vários pontos, chega a 400, 450 metros. Nas regiões do extremo oeste do município, alcança apenas 98 m nas curvas do Rio Santa Maria.
Faz divisa com sete municípios: Vila Nova do Sul e Santa Margarida do Sul (norte), São Gabriel (norte e noroeste), Dom Pedrito (oeste, sul e sudoeste), Bagé (sudeste), Caçapava do Sul (leste e nordeste) e São Sepé (nordeste e norte). Até os anos 1980, havia uma pequena divisa com Rosário do Sul, que foi extinta devido a anexações aos municípios de Dom Pedrito e São Gabriel. O perímetro aproximado de divisas de Lavras do Sul é de 380 km. A distância entre os extremos leste-oeste é de cerca de 120 km.
Lavras do Sul está situada a 2.431 km de Brasília, Capital do Brasil, e a 641 km de Montevidéu, Capital do Uruguai. Localiza-se na faixa de fronteira.

SEJAM BEM-VINDOS(AS) AO BLOG INDEPENDENTE DE LAVRAS DO SUL/RS E REGIÃO. VISITEM NOSSA CIDADE E O PAMPA GAÚCHO EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO. TRABALHAMOS DESDE 2007 E LEVAMOS QUALIDADE E CARINHO A ESTA TERRA PELAS ONDAS DA INTERNET. FIQUEM À VONTADE E SIGAM CONOSCO!

No Facebook

Postagens mais visitadas