Links informativos

//// Visitar Lavras do Sul é se surpreender com um jeito peculiar e simples de levar a vida. Muitas vezes se diz que Lavras do Sul é uma grande família, por conta de sua hospitalidade entre os habitantes e para com os visitantes. Mesmo com seu tamanho de pequeno porte, possui atrações e eventos que atraem pessoas de diversos lugares e de todos os estilos, em todas as épocas do ano. Conhecendo Lavras do Sul, tu irás te surpreender. ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

PAMPA GAÚCHO: Show com o Grupo Os Travessos em Pinheiro Machado, dia 14/12


RIO GRANDE DO SUL: Preparação para o Carnaval na mídia porto-alegrense

RBS TV está gravando nesta semana as vinhetas com as escolas de samba do Carnaval de Porto Alegre em 2013. Na foto, de fonte do Twitter Carnaval RBS, a gravação do clipe da Escola de Samba Bambas da Orgia.



NOSSO MUNICÍPIO: Dados básicos de Lavras do Sul


FONTE: PNUD (Nações Unidas), com adaptações do autor

CARNALAVRAS 2013: Bloco Marilú em 2008




EVENTOS: É neste sábado a 1ª Dezember Fest, na ABAMF Cabos e Soldados (veja folder)


PAMPA GAÚCHO: Semana de Rivera integrando também Livramento


Rivera (Uruguai) - A Intendência (Prefeitura) de Rivera está organizando um grande evento para celebrar a Semana da Cidade. A 23ª Semana de Rivera, que celebra a cultura e as potencialidades de Rivera, acontecerá de 8 a 16 de dezembro, tendo como cenário o principal símbolo da integração Brasil-Uruguai: o Parque Internacional, na divisa de Santana do Livramento e a cidade vizinha. E várias atrações estão confirmadas.

Entre elas, atrações brasileiras, uruguaias e platinas, como a cantora Soledad Pastorutti, Francis Andreu, Sonido Professional, Os Mateadores, Malena Muyala, além de demais espetáculos musicais. As comemorações ainda contam com um parque inflável, praça gastronômica internacional - com 12 países participantes -, exposição de artesanato e feira agroindustrial.

A programação se estende por outros locais, como as localidades de Tranqueras, Minas de Corrales, Vichadero, Mandubí e Praça 18 de Julho. Confira a programação:

07/12 - Sexta
Lançamento no Hotel Rivera Casino & Resort

08/12 - Sábado
Local: Parque Internacional
Abertura
Feira Artesanal
Feira Internacional de Gastronomia
Parque Inflável
Shows:
21h - El Intento
22h - La Que Manda
23h - Sonido Caracol

09/12 - Domingo
Local: Parque Internacional
Feira Artesanal
Feira Internacional de Gastronomia
Parque Inflável
Shows:
15h - Circo Sonante
22h - La Fabula
23h - L'Autentika

Local: Praça 18 de Julho
Jogos infláveis
Globologia (bonecos feitos de balões)
Shows:
19h - Magia
20h - L'Autentika

10/12 - Segunda
Local: Parque Internacional
Feira Artesanal
Feira Internacional de Gastronomia
Parque Inflável

Local: Vichadero
Jogos infláveis, globologia
Shows:
20h - Magia
21h - La Que Manda

11/12 - Terça
Local: Parque Internacional
Feira Artesanal
Feira Internacional de Gastronomia
Parque Inflável
Shows:
21h - Cantaclaro
22h - Cinema ao ar livre

Local: Minas de Corrales
Jogos infláveis, globologia
Shows:
20h - Magia
21h - La Que Manda

12/12 - Quarta
Local: Parque Internacional
Feira Artesanal
Feira Internacional de Gastronomia
Parque Inflável
Shows:
21h - Carlos "Bananita" Gonzalez
22h - Maxi de La Cruz

Local: Tranqueras
Jogos infláveis, globologia
Shows:
20h - Magia
21h - La Que Manda

13/12 - Quinta
Local: Parque Internacional
Feira Artesanal
Feira Internacional de Gastronomia
Parque Inflável
Shows:
20h - Voces del Norte
21h - El Gaucho Alonso
22h - Soledad Pastorutti

14/12 - Sexta
Local: Parque Internacional
Feira Artesanal
Feira Internacional de Gastronomia
Parque Inflável
Shows:
22h - Arrastapé
23h - Os Mateadores

15/12 - Sábado
Local: Parque Internacional
Feira Artesanal
Feira Internacional de Gastronomia
Parque Inflável
Shows:
21h - La Que Manda
22h - Miriam Britos
23h - Sonido Professional

Bairro Mandubí
Jogos infláveis, globologia
Shows:
19h - Magia
20h - La Fabula

Hotel Rivera Casino e Resort
"Los Andes 40 Años Después", palestra com os sobreviventes

Teatro Municipal
Gala de Tango com Malena Muyala

16/12 - Domingo
Local: Parque Internacional
Feira Artesanal
Feira Internacional de Gastronomia
Parque Inflável
Shows:
15h - Títeres para Crianças
21h - A confirmar
22h - Chala Madre
23h - A confirmar
24h - Encerramento com fogos de artifício

FONTE DAS INFORMAÇÕES: Blog Caderno 7

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

EM TEMPO REAL: A Lua encobre Júpiter neste momento nos céus do Brasil



EDUCAÇÃO: Comunicado da Escola Municipal Maria Joaquina de Menezes


A turma da 8ª série da Escola Maria Joaquina promove um bingo neste domingo as 16:00, no salão da Poty Medeiros, entre os prêmios: Leitões e frangos assados, carne de ovelha e muitos outros brindes. Venha aproveitar sua tarde de domingo, junte os amigos, faça um chimarrão e venha para o bingo da turma da 8ª.

FONTE: Marta Soares Ferreira (Facebook)

CARNALAVRAS 2013: Sugestões de bandas


Olá pessoal, estamos recebendo várias propostas de bandas para o CarnaLavras 2013, e são elas:

Banda Dubai - Duda Brito.
Banda Embalo Sísmico - Glissér Brito.
Carol Banda Show Música
Hawai Show'Band
Banda Cheiro da Flor
Banda Via Brasil.
Maresia - Ketlen F. Esquírio
Banda Scala
Atração Banda Show

Manifestem suas preferências, e nos ajudem a escolher!

Informações no Facebook da Secretaria Municipal de Turismo

ESPORTE E LAZER: Resultados da Copa Integração de Futsal


Copa Integração de Futsal: Resultados da rodada de sábado (24/11) - Grupo A

Freitas 12 x 3 Bulcão
Game House B 2 x 4 Independente B
Freitas 1 x 0 Cohab (W.O)
Independente C 6 x 4 MD
Independente B 6 x 6 Independente A

Próxima rodada (amanhã, quinta - 29/11), no Ginásio Municipal

20h30min Ibaré x Independente B
21h20min Freitas x Independente C
22h10min Game House A x Independente C

IMAGENS: Decoração de Natal na Escola Dr. Crispim Raymundo de Souza


CRÉDITO DA FOTO: Manuh Carvalho (Facebook)

terça-feira, 27 de novembro de 2012

EM TEMPO REAL: Lua Cheia e céu limpo em Lavras do Sul


Fonte: Rádio Local FM

RURAL: Os 76 anos do Sindicato Rural de Lavras do Sul


A Associação Rural de Lavras do Sul foi fundada em 27 de novembro de 1936, por iniciativa um grupo de ruralistas da região.

Segundo o site do Sindicato Rural: Em 29 de janeiro de 1952 começam as tratativas para aquisição de um imóvel para construção do parque de exposições, a escolha recaiu na área de 10 braças de sesmaria do Sr. Aristeu Barbosa, localizada no entroncamento da estrada Lavras - Ibaré, no corredor que faz ligação da mesma estrada com a rodovia estadual que liga Lavras do Sul a Caçapava do Sul. No ano de 1959 foi feito esboço de como seria o novo parque. O Sr. Aldo Abascal foi o encarregado a comprar mourões que fossem necessários para a construção do novo parque e a contratação de aramador. No ano de 1962 foi instalada a balança para pesar gado, por iniciativa dos senhores Aldo Abascal, Milton Leite e René Leal. Por proposição do senhor Aldo Abascal foi dado o nome ao parque de Olavo de Almeida Macedo.

Em cinco de novembro de 1966, foi realizada assembléia geral para votação da transformação da associação em sindicato. Passando a partir de então a funcionar como Sindicato Rural de Lavras do Sul, investido nas funções e prerrogativas de sindicato dos empregadores rurais.

No ano de 2000, na gestão do senhor Fernando Adauto Loureiro de Souza a Exposição Feira passou a chamar-se ExpoLavras, reunindo agropecuária, comércio, indústria e entretenimento.

Prestigiada por todos as entidades de classe, clubes, escolas, representações de classe, do povo, do comércio, constituindo-se verdadeiro patrimônio da Comunidade lavrense.

Em 2011, o Sindicato Rural é presidido pelo Sr. Francisco de Assis M. Abascal. Sua sede localiza-se na Rua Dr. Pires Porto, 240, no centro; telefone: (55) 3282.1020; e-mail: srural@farrapo.com.br.

RIO GRANDE DO SUL: Clássico Gre-Nal 394

Neste domingo, 02 de dezembro, a partir das 17h, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, acompanhe mais um Clássico Gre-Nal, válido pela última rodada do Brasileirão 2012.

Não se esqueça: DIGA NÃO A VIOLÊNCIA! E TORÇA PELO SEU TIME COM MUITA PAZ E ALEGRIA!


CARNALAVRAS 2013: Bloco Baita Fogo no Carnaval de 2009


FOTO: Reprodução/RBS TV

IMAGENS: Helicóptero do Exército sobrevoa Lavras do Sul na tarde de hoje (27/11) e chama atenção dos moradores




FOTOS: Helen Franco

SOCIEDADE: Comitiva da nova administração Municipal Lavrense em Porto Alegre



O prefeito eleito de Lavras do Sul, Alfredo Borges, a vice prefeita eleita, vereadora Fátima Moreira, e o assessor do deputado Ernani Polo (PP), Gabriel Leão, foram recebidos pelo presidente da Emater/Ascar, Lino de David, em Porto Alegre, na manhã desta terça-feira, dia 27, para encaminhar convênios e parcerias de extensão rural para a próxima administração.

O presidente da Emater colocou-se à disposição para atender aos pleitos do município que estiverem ao seu alcance.

Gabriel Leão destacou a importância das parcerias em prol do desenvolvimento da cidade: “precisamos estar juntos por uma Lavras melhor, e acreditamos no sucesso da nova administração”, declarou o assessor.

“Não mediremos esforços para alcançar o crescimento merecido da nossa Lavras, temos potencial e vontade política. Seguiremos desde já na busca de apoio para colocar nossos projetos em prática”, afirmou o prefeito eleito.

FONTE DAS INFORMAÇÕES E DA IMAGEM: Farrapo.

CALENDÁRIO: O Dia de Hoje (27 de novembro)


Hoje é 27 de novembro de 2012, terça-feira
332° dia do ano (faltam 34 dias para 2013)
48º Semana do ano
Lua: Cheia
Signo: Sagitário

Datas comemorativas

Data Nacional de Combate ao Câncer
Dia do Técnico de Segurança do Trabalho

Hoje na História 

1807 - A família real portuguesa foge para o Brasil na sequência da invasão do país por tropas napoleónicas.
1830 - Aparição de Nossa Senhora das Graças a Santa Catarina Labouré.
1927 - Maior goleada do confronto entre Clube Atlético Mineiro e Cruzeiro Esporte Clube, maior clássico futebolístico do Estado de Minas Gerais, no Brasil. O Atlético Mineiro venceu o rival por 9 a 2.
1945 - Noruega é admitida como Estado-Membro da ONU.
1979 - Extinção do Movimento Democrático Brasileiro (MDB).
1983 - Diretas-Já: manifestação na Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu, em São Paulo.
1985 - Cometa Halley, o mais famoso dos cometas, atinge o ponto mais próximo ao Planeta Terra.
2001 - O Telescópio Espacial Hubble detecta hidrogénio na atmosfera do planeta Osíris, a primeira atmosfera planetária fora do nosso sistema solar a ser encontrada.
2003 - São estimados em 54.862.417 os casos de infecção pelo HIV em todo o mundo; 30% destes estavam na África do Sul.
2009 - A banda Australiana AC/DC volta ao Brasil depois de 13 anos

FONTES DAS INFORMAÇÕES: Terra e Wikipédia

HISTÓRIA: Início do Distrito do Ibaré


Por decreto Estadual n° 7.199, do ano de 1938, o antigo distrito de Jaguary passou a se chamar Ibaré. Este decreto consta no ato municipal de 06 de abril de 1938. Os limites urbanos e suburbanos da Sede Municipal e do Ibaré foram determinados nesta data.

FONTE: Livro Das Lavras & Nós, de Toti Teixeira.


CARNALAVRAS 2013: História do Carnaval em Lavras do Sul


A seguir, um breve histórico da evolução da maior festa de Lavras do Sul.

Início do século XX - O começo da folia lavrense

No início do século passado, o Carnaval de Lavras era típico dos carnavais da época, com bailes à fantasia regados a famosas marchinhas (como a clássica Ó Abre Alas, da famosa compositora brasileira Chiquinha Gonzaga). A folia era realizada no antigo Club Mameluco, fundado em 1889 e que, em 1910, uniu-se com o Clube União Lavrense para a formação do Clube Recreativo Lavrense, atual Clube Comercial.

Era comum na época o ato de molhar pessoas próximas ou pedestres com baldes d'água, uma forma de deixar as mágoas do ano inteiro para brincar no Carnaval. Alguns não gostavam da brincadeira e ameaçavam os foliões caso levassem um banho destes, mas outros nem ligavam. Outro costume do período era o "assalto" às casas dos componentes dos blocos, onde haviam as românticas e tradicionais serenatas com o objetivo de mobilizar os membros do bloco para o Carnaval.

Naquela época, o Carnaval já tinha bastante movimentação na cidade. A mesma movimentação que perdurou ao longo de décadas e que permanece até os dias de hoje.

A primeira rainha do Carnaval de Lavras surgiu nesse período e foi Horizontina Pergentina de Souza Chiappetta, em 1917.

Anos 1930 a 1970 - Relaxados X Qualquer Geito

Nos tempos de Getúlio Vargas, surgiu a tradição que permanece até hoje: a saudável rivalidade entre os blocos Os Relaxados e Vai de Qualquer Geito (ou VG).

O bloco Os Relaxados foi fundado em 1930 por jovens acadêmicos e é considerado, segundo o ator Paulo José, o mais antigo do Brasil. Seu hino até hoje é cantado com muito orgulho por seus simpatizantes ("Dentro da Terra de Lavras/Nunca se viu coisa igual/Um grupo de Relaxados/Ser o rei do Carnaval"). O hino foi composto por Antônio G. del Arroyo e as melodias, pelo Sargento Hermínio, maestro de uma banda militar da época.

O bloco teve como fundadores o Capitão Jonathas Cunha e sua esposa, Sarita, juntamente com uma dissidência do antigo bloco Os Desprezados.

A primeira passeata aconteceu em 1955, encenando críticas de fatos e pessoas da cidade, dentro do espírito carnavalesco. Seu tradicional churrasco do Domingo de Carnaval, a Rádio Mugango (esquete de humor que parodiam pessoas e assuntos da cidade, assim como sua "concorrente", a Rádio Galocha, do VG, que surgiu posteriormente, nos anos 1980) e os famosos versos (ou quadrinhas) humorísticos são outras tradições do bloco.

Voltando aos anos 1930, mais precisamente em 1938, a juventude lavrense que não fazia parte dos grupos acadêmicos e intelectuais acabou ficando sem bloco. Por conta disso, eles se reuniam e perguntavam como iam sair no Carnaval, pois o antigo bloco Deixa Mágoas fora extinto em 1937. A resposta foi: "Vamos sair de qualquer jeito". A frase marcou, a idéia amadureceu e, no mesmo ano, foi fundado o bloco que seria o principal rival (saudável, é claro) dos Relaxados. A palavra "jeito" foi consolidada com a letra "g" , dando mais originalidade e peculiaridade ao seu nome. É o início do Vai de Qualquer Geito (conhecido também como VG), que teve dentre seus principais fundadores, Aurélio Ricaldi, Balduíno Silva, Valdo Teixeira, Dante La-Rocca, Carlos Machado e Zeferino Ricalde.

O hino do VG foi composto pelo consagrado músico Lupicinio Rodrigues, que era amigo de um dos fundadores. Seus principais versos são: "Vai-Vai, vai-vai, vai de qualquer jeito-vai/Vai-vai enfezar no Carnaval!...É de-quá, é de-quá/ é de qualquer jeito/ É de-quá...".

A exemplo d'Os Relaxados, o Vai de Qualquer Geito também possui seus eventos tradicionais, como a Rádio Galocha (que, segundo seus criadores, "fala para os céus de Lavras e para o mundo!"), o seu churrasco de Carnaval, onde ocorria o "batismo" com cerveja e farinha para os novos membros, e suas serenatas tradicionais, onde seus filiados eram "assaltados" e chamados para participar das reuniões e festas do bloco, através da saudação Quinquincuera de Latincuera.

Nos anos 1930, sobretudo antes da fundação do VG, diversos blocos surgiram, mas acabaram por ser extintos. Alguns deles: Malmequer, Desacato, Zigue-Zague, Bloco das Garotas, Bloco das Marimbas e Deixa Mágoas.

A partir dos anos 1940, os dois blocos passaram a polarizar a preferência dos lavrenses, formando assim uma saudável disputa carnavalesca.

Os Relaxados e VG foram os grandes expoentes e divulgadores do carnaval lavrense.

O amor, a tradição e a saudável rivalidade entre os dois blocos permanece até hoje, mas ao longo dos anos, muitas dissidências aconteceram e muitos jovens separaram-se dos dois blocos para a fundação de outros. 
É o caso dos extintos Os Marinheiros (que surgiu nos anos 1950) e BET-BUC (fundado nos anos 1980), e do Vira Lata (que tem um grande número de simpatizantes e está bastante ativo nos dias atuais).
Ao longo das décadas de 1940 a 1980, as tradições do Carnaval lavrense persistiam. A folia, assim como nos dias atuais, acontecia num clima de paz e harmonia. Muitos homens se vestiam de mulheres na tradicional Passeata dos Relaxados e em eventos de outros blocos.

Anos 1980 - Renovação

Nessa década, o Carnaval de Lavras passou por uma grande renovação. Os jovens, dissidentes do VG e d'Os Relaxados, decidiram fundar novos blocos, com o objetivo de incrementar as opções carnavalescas da cidade. Foi o caso de Rafael Bayard de Carvalho Teixeira que, junto com seus familiares e amigos, fundou, em 1987, o BET-BUC (sigla de Brasileiros Entusiasmados Tentando Botar União no Carnaval); atualmente, o bloco está extinto. Alguns anos antes, já havia outro importante bloco de adolescentes: o Vira-Lata (1982), cujo primeiro a presidir foi Jorge La-Bella e que até hoje mantém um grande número de membros, praticamente todos jovens e, entre eles, muitas crianças. A importância desse bloco na cidade é tamanha, que acabou merecendo um quadro próprio no salão térreo do Clube Comercial.

Com o objetivo principal de mostrar irreverência e bom humor, vários blocos surgiram, além dos dois citados no parágrafo anterior: Os Bombachinhas (1979), Os Bexiguinhas (1980) e Caprichosos do Paredão (1986).

Os bailes ainda eram realizados quase que unicamente no Clube Comercial, onde havia um camarote (que foi desativado na década de 1990 devido a reformas no clube). Foi nessa década que surgiu a Rádio Galocha, do bloco VG, que fazia concorrência à Rádio Mugango, d'Os Relaxados. Há mais de 60 anos, esse quadro humorístico faz sátiras a personalidades e fatos relacionados a Lavras do Sul.

Anos 1990 - Ultrapassando as divisas lavrenses

Se nos anos 1980, o Carnaval lavrense já era consolidado entre a comunidade, na última década do século XX, com grandes investimentos da Prefeitura Municipal e da Secretaria de Turismo, passou a contar com muitos foliões de diversas cidades vizinhas (sobretudo de Caçapava do Sul e Bagé) e de outras regiões do Estado, que passaram a frequentar a maior festa do município, consagrando-se nos últimos anos e tomando grandes proporções a nível regional e estadual. Com isso, os bailes adultos (e depois, mais tarde, os infantis) deixaram de ficar restritos ao Clube para ganhar espaço na Praça Licínio Cardoso. O resultado disso é a presença de cerca de 5 mil pessoas em cada uma das cinco noites da folia, todos os anos.

Outro acontecimento marcante da década de 90 foi a multiplicação de pequenos blocos carnavalescos. Pequenos no tamanho e no número de integrantes em relação aos mais tradicionais, mas não menos animados, como o caso de Os Expulsos do Bar, Louquinhos do Bem-te-vi, Copo Seco e Os Pirata. A primeira escola de samba do município, Os Filhos do Sol, também surgiu durante esse período.
Um fato triste para a cena carnavalesca da cidade, especialmente para os fãs d'Os Relaxados, foi a morte de importantes e famosos compositores de quadrinhas do bloco, como Zé Benito e Carlos Crespo.

Anos 2000 - A consagração

O Carnaval de Lavras no início deste século tomou grandes proporções, sendo considerado um dos mais importantes do Interior do Estado (até mesmo uma significativa quantidade de pessoas e foliões de Porto Alegre vão para a cidade nessa época).

Os investimentos na festa aumentaram ainda mais. Foram instalados banheiros, algumas barracas de comércio e praça de alimentação. Mais blocos, menores em relação aos mais tradicionais, mas com a mesma grande animação, foram surgindo, como: As Peruas, Marilú, Os T.Xupo, Festa Trago e Baixaria, Superpoderosas em TPM, Festeja, Skolizadas, Os Bartira, Os Nonão, Os Nor+, Baita Fogo, Ninfas e Kamaradas Dy Verdy e Unidos do Cerro.

Em 2003, um filho ilustre lavrense participou do desfile d'Os Filhos do Sol: o ator da Rede Globo e diretor Paulo José, que há alguns anos não visitava a cidade. Em 2007, a mesma escola homenageou Paulinho Perez, portador de necessidades especiais e figura bastante carismática na cidade.

Todas as noites de folia são marcadas pelos desfiles da corte do Carnaval  e pelas passagens de todos os blocos, seguidos pelos bailes ao ar livre e no Clube Comercial, que animam os foliões até o sol raiar.

Em 2008, mais inovações e novidades surgiram e a folia de Lavras marcou época. Um novo palco foi construído com três ângulos, para a realização dos tradicionais bailes e as "rádios".

Em 2009 e 2010, a Praça Licínio Cardoso sofreu modificações cada vez mais significativas, de modo que os foliões pudessem aproveitar com mais comodidade e alegria as cinco noites de folia. Nos últimos anos, criou-se um complexo carnavalesco, que passa englobar o setor de trás da Igreja Matriz de Santo Antônio (onde se instala uma praça de alimentação), além do reforço de serivços essesnciais, como saúde e segurança, mobilizando as secretarias municipais. Portanto, a cada ano que passa, a folia lavrense vem recebendo grandes investimentos, para uma consolidação ainda maior do grande evento da nossa comunidade.

A afiliada da Rede Globo, a RBS TV Santa Maria, anualmente faz referências à festa em pelo menos um de seus telejornais, tanto localmente (região de cobertura da emissora), quanto em em rede estadual, levando as imagens do Carnaval da Terra do Ouro a todos os cantos do Rio Grande.


Os blocos carnavalescos do Município não influem na comunidade apenas no período do Carnaval: um exemplo claro disso é atuação, com eventos, festas e integração ao longo de todo o ano, por parte do bloco Baita Fogo. Fundado em 2003, se constituiu em um dos blocos que mais cresceram em número de componentes na década de 2000. Pelo menos uma vez ao mês, o Baita Fogo realiza festas, para os seus simpatizantes e para todos os jovens que quiserem curtir uma balada e muito agito, realizando, por exemplo, o Carnaval de Inverno, no Casablanca Eventos, em julho. Os demais blocos de jovens também realizam festas mensais. Há torneios de futsal em períodos como o mês de novembro, realizados pelo Grupo dos Relaxados (que comemorou 80 anos de existência em 2009), o Cem Miséria, o bloco Os Nonão e outros. Mais entidades carnavalescas surgiram depois de 2010, como Erê, Semo Feio mas Semo Carinhoso, Turma do Ki-Suco, Turma do Nenê e Visitantes do Barulho. Em 2011, o VG retomou a grafia original, passando a se denominar novamente Vae de Qualquer Geito.

Em 2012, o CarnaLavras recebeu mais de 15 mil pessoas nas seis noites da folia. Nesta edição, houve o compartilhamento de informações do evento em tempo real, através das redes sociais (Twitter, Facebook, etc.).

Uma semana depois do CarnaLavras na Sede Municipal, é realizado o Carnaiba, Carnaval do Ibaré, levando a folia lavrense ao Segundo Distrito com muita alegria e animação.

Conclusão

Cada vez mais, o lavrense curte esssa grande festa com muita alegria, fazendo com que o futuro carnavalesco da cidade seja brilhante, sempre mantendo as tradições, mas também crescendo a cada ano que passa para deixar ainda mais grandioso um dos maiores carnavais do interior do Rio Grande do Sul.


Vira Lata - 2012 (Crédito: Malu La-Rocca)

Quadro do Clube Comercial que homenagea o VG e o Grupo dos Relaxados

Desfile VG - 2007

CarnaLavras 2008 - Crédito: Lélia Rocha

Copo Seco - 2000 (Crédito: Vanessa Biaggi)

BET-BUC - Anos 1990 (Crédito: Rafael Bayard e Ângela Becker)

Passeata do Grupo dos Relaxados - Anos 1980 (Crédito: OSDELAVRAS)

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

EDUCAÇÃO: Informações sobre a prova do Processo Seletivo da UFSM

Manual do Candidato

No site da Coperves (www.coperves.ufsm.br), o candidato pode fazer o download do Manual do Candidato, com todas as informações sobre o processo. No site, também há outros informativos de interesse dos vestibulandos como o Guia de Cursos da UFSM e a relação das Leituras Mínimas Obrigatórias para o Concurso.

Processo Seriado X Processo Único

A UFSM prevê duas formas de ingresso: Processo Seletivo Único e Processo Seletivo Seriado. Saiba quais são as diferenças:

Processo Seletivo Seriado – Ao optar por esta modalidade, o estudante faz três provas seriadas (PS1, PS2 e PS3) e a redação. Cada prova contempla conteúdos relativos a um dos anos do Ensino Médio. Assim, o estudante pode optar por fazer a Prova Seriada 1 (PS1) ao final do 1º ano, a Prova Seriada 2 (PS2) ao final do 2º ano e a Prova Seriada 3 (PS3) e a redação ao final do 3º ano.

Processo Seletivo Único – É o vestibular, com três dias de provas, sendo três turnos dedicados às questões objetivas e um turno à redação.

Particularidades do Processo Seriado

- Conforme o Manual do Candidato, devido à alteração do número de questões nos próximos concursos, quem ingressar no Seriado neste ano deve concluir o processo até 2014. A exceção é para os alunos do Ensino Médio Profissionalizante ou Magistério que ainda não ingressaram no processo e só podem fazê-lo a partir de 2013, tendo como prazo para conclusão 2015.
- Segundo o Manual do Candidato, quem deseja refazer uma prova seriada precisa fazer uma nova inscrição e, com isso, acaba anulando o processo em andamento. Dessa forma, precisa refazer as etapas do Seriado ou optar pelo Único.

Provas

7 de dezembro (sexta-feira)

14h às 18h20 – PS1 e primeira prova do processo seletivo único – Serão aplicadas 38 questões, distribuídas da seguinte forma: Biologia (5), Física (5), Língua Estrangeira (8), Língua Portuguesa (5), Literatura Brasileira (5), Matemática (5) e Química (5).

8 de dezembro (sábado)

14h às 18h20 – PS2 e segunda prova do processo seletivo único – Serão aplicadas 52 questões, distribuídas da seguinte forma: Biologia (5), Física (5), Geografia (8), História (7), Língua Estrangeira (7), Língua Portuguesa (5), Literatura Brasileira (5), Matemática (5) e Química (5).

9 de dezembro (domingo)

8h às 12h20 – PS3 e terceira prova do processo seletivo único – Serão aplicadas 52 questões, distribuídas da seguinte forma: Biologia (5), Filosofia (8), Física (5), Geografia (7), História (8), Língua Portuguesa (5), Literatura Brasileira (5), Matemática (5) e Química (5).

16h às 18h – Redação para ambos os processos de seleção

FONTE: A Razão.

NOSSO MUNICÍPIO: Principais eventos da história de Lavras do Sul



A seguir, de fonte do livro Das Lavras e Nós, de Toti Teixeira, com informações complementares do autor do blog, confira uma cronologia com os principais fatos da história de Lavras do Sul.

* 1825 - Início da colonização
* 1846 - Inauguração da primeira capela (Santo Antônio Das Lavras)
* 1849 - Primeiras casas de alvernaria
* 1882 - Emancipação (povoado elevado a vila)
* 1887 - Criação do Clube Lavrense
* 1889 - Criação do Clube Mameluco
* 1903 - Criação do Clube União
* 1907 - Inauguração do atual cemitério
* 1909 - Instalação da Gold Mining Company e do primeiro jornal (O Lavrense)
* 1910 - Criação do Clube Recreativo
* 1914 - Entra em circulação o segundo jornal (A Thesoura)
* 1915 - Início da construção de Igreja Matriz de Santo Antônio
* 1916 - Instalação do serviço de telefonia
* 1917 - Inauguração da Igreja Matriz de Santo Antônio
* 1922 - Início da construção do Clube Comercial
* 1924 - Visita do General Honório Lemos
* 1925 - Inaugurada a ponte sobre o Arroio Camaquã das Lavras
* 1926 - Construção do Estádio Municipal
* 1926 - Instalação do 13º RCI
* 1929 - Instalação do primeiro cinema
* 1930 - Fundação do Grupo dos Relaxados
* 1933 - Construção da Praça da Matriz (atual Praça Licínio Cardoso)
* 1935 - Construção da ponte sobre o Camaquã Hilário
* 1936 - Fundação da Associação Rural
* 1937 - O Quartel é desativado
* 1938 - Realização do primeiro carnaval do Vae de Qualquer Geito
* 1939 - Reforma do Clube para a posição leste concluída. Neste ano, passa a se chamar Clube Comercial
* 1941 - Construção do Grupo Escolar Pedro Américo
* 1944 - A Vila adota nome de Lavras do Sul
* 1945 - Realzada a primeira Exposição-Feira
* 1947 - Construção da Casa Rural
* 1947 - Reforma do Clube para a posição sul concluída
* 1949 - Início da consturção do Hospital
* 1951 - Realização da primeira Festa do Trigo
* 1954 - Inauguração da Cadeia Civil
* 1955 - Início da Hidráulica da Corsan
* 1956 - Instalação do Ginásio Municipal
* 1957 - Ponte de concreto sobre o Camaquã das Lavras
* 1959 - Primeira Expo-Feira no Parque de Exposições Olavo de Almeida Macedo
* 1960 - Obras de Breno Bulcão
* 1964 - Obras de Dante La-Rocca
* 1967 - Transformação da Associação Rural em Sindicato
* 1973 - Obras de Adão Teixeira da Silveira
* 1977 - Obras de Ítalo Bayard La-Rocca Teixeira
* 1984 - Obras de Cláudio Teixeira Bulcão
* 1987 - Inauguração da Rádio Pepita FM
* 2005 - Revolução da tecnologia no Município: início da Expansão da Internet
* 2008 - Paulo Alcides Vidal de Souza é o primeiro Prefeito Reeleito pelo voto direto
* 2012 - Alfredo Borges é eleito Prefeito em eleição marcada pela tecnologia e interação nas redes sociais.

TRADICIONALISMO: Gujo Teixeira nesta terça no Jornal do Almoço

Amanhã tem Lavras do Sul no Jornal do Almoço! Gujo Teixeira e Luciano Maia estarão no último bloco do programa, que será transmitido para todo o Estado, onde falarão sobre o lançamento do CD Cordeona-me.

domingo, 25 de novembro de 2012

ESPORTE E LAZER: Foto do Veloterra na tarde de hoje (25/11)


CRÉDITO DA FOTO: Dieniffer Rocha

IBARÉ: Trem circulando na ferrovia que corta a Vila do Ibaré


CRÉDITO DA FOTO: Rosangela Correa Brito

CARNALAVRAS 2013: Relembre a concentração do Bloco Vira Lata, no CarnaLavras 2012


FOTO: Malu La-Rocca

ENCICLOPÉDIA: Informações turísticas do Peru





A seguir, prestação de serviços aos brasileiros que irão viajar para o Peru em abril de 2013, no EGAL (Encontro de Geografia da América Latina). Confira algumas características deste importante país sul-americano.

1. Introdução

É preciso voar só quatro horas, partindo de São Paulo, para aterrissar diretamente no mundo de riqueza cultural, histórica, geográfica e mística que é o Peru. Quase sete vezes menor que o Brasil, o país atrai a atenção de turistas de todo o mundo pela multiplicidade de paisagens, pelo colorido das vestes indígenas, pelos magníficos santuários arqueológicos, pelo patrimônio ecológico que preserva e também pela herança arquitetônica católica deixada pelos espanhóis, que lá chegaram em 1532.

Nas primeiras horas passadas em Lima sente-se a acolhida do povo peruano, predominantemente indígena. Dos 24,2 milhões de habitantes, 47,1% são quíchuas, 12%, aimarás, 12%, mestiços - apenas 12% são brancos. Simpáticos e alegres, os peruanos têm um carinho todo especial pelos brasileiros, demonstrado em gestos símpaticos quando descobrem quando as pessoas são do Brasil.

Prepare-se também para ficar com água na boca ao longo da viagem pelo território peruano: come-se muito bem por lá. A produção de pescados e seus subprodutos tem boa representatividade na economia. Em Lima, o cartão de visita gastronômico é o ceviche - prato à base de frutos do mar e peixes marinados (curtidos em limão), delicioso.

A tradição da boa cozinha se mantém acima do nível do mar, em cidades como Arequipa e Cuzco, respectivamente a 2.360 metros e 3,4 mil metros de altitude, onde a culinária é mais exótica e apimentada. Há uma boa oferta de restaurantes típicos e de cozinha internacional tanto nessas cidades como na capital.

Para a alegria dos turistas mais animados, a noite peruana não fica limitada a um bom jantar. Bares transados, bistrôs, pubs e boates funcionam madrugada adentro. Aí, é hora de optar pelo mais famoso drinque peruano - o pisco sour, um aguardente de uva - ou pela boa cerveja produzida naquelas bandas.

Ao desembarcar na capital peruana o turista percebe que raramente chove em Lima. Prédios baixos lembram que há um risco natural, resultante da geografia: o de ocorrer um terremoto.

O país é dividido por três regiões distintas: Lima está situada na costa do Pacífico, faixa litorânea desértica, onde o clima é árido e tropical. A Cordilheira dos Andes, com vales profundos, inúmeros rios e reservas minerais, sustenta uma área de clima montanhoso. A região amazônica, de clima equatorial, preenche 62% do território peruano.

Essa diversidade geográfica é a grande atração natural do Peru. Se em Lima o casamento deserto e praia atrai a atenção, em Arequipa destaca-se o vulcão Misty, com 5.278 metros de altitude e pico sempre nevado. Em Cuzco predominam os vales e montanhas verdes.

Visitar o Peru significa também viajar pelo tempo e descobrir as maravilhas do mundo inca, civilização que ainda surpreende por suas elaboradas obras arquitetônicas - a maior delas, incontestavelmente, Machu Picchu, cidade encravada nas montanhas, que só foi descoberta em 1911.

O contraste com os santuários arqueológicos, que falam de um povo que cultuava elementos da natureza e tinham como deus máximo o Sol, traduz-se em centenas de igrejas.

Terceiro maior país da América do Sul, o Peru foi sede do Império Inca até a chegada dos espanhóis, no século XVI. Vestígios dessa civilização estão preservados no santuário de Machu Picchu e na cidade de Cuzco, considerados patrimônios da humanidade. Outras atrações são as ruínas de Nazca e o lago Titicaca, situado a 3.810 metros de altitude. O território peruano, banhado pelo oceano Pacífico, é dividido em três regiões pela cordilheira dos Andes. O litoral, desértico, concentra as maiores cidades e a capital, Lima. O altiplano andino é povoado por indígenas. A leste da cordilheira fica a Amazônia peruana, onde estão as nascentes que formam o rio Amazonas. A agricultura e a mineração são as principais fontes de receita.

Disposto a incrementar o setor de turismo, o governo peruano, por meio da Comisión de Promoción del Peru (PromPeru) criou o Serviço de Proteção ao Turista e o Hot Line, um serviço telefônico que funciona 24 horas para atender a reclamações de visitantes e apresentar soluções rápidas para seus problemas.

2. Recomendações da Polícia Nacional do Peru aos Turistas

“A Direção de Turismo e Ecologia da Polícia Nacional do Peru é a Unidade Especializada da Polícia, encarregada de prestar proteção e segurança aos turistas nacionais e estrangeiros em suas respectivas línguas, bem como preservar a ecologia e o meio ambiente.

“Os Anjos Guardiães do Turismo” –como são conhecidos os efetivos policiais desta Grande Unidade-, prestam aos amigos turistas as seguintes recomendações e conselhos:

No aeroporto:

* Leve sempre seu passaporte.
* Quando utilizar os serviços de um operador turístico, identifique o condutor do veículo, e verifique sua carteira de identidade.
* Ao chegar ao país, verifique o tipo de cambio da moeda.
* Tenha cuidado com seus objetos pessoais
* Contrate os serviços de um táxi no interior do aeroporto.

Nos táxis:

* Utilize o serviço de uma companhia de táxi, e só pague quando chegar a seu destino.
* Ao subir e descer do táxi verifique sua bagagem e identifique a placa do veículo.
* Se o motorista ou outra pessoa por alguma razão lhe pedir que desça do veículo, assegure-se de levar consigo seus objetos, caso contrário o taxista poderia abandonar o local com suas coisas (Este é um dos métodos mais usados para roubar a turistas).
* Em caso de avaria de seu veículo, exija seu translado em outro veículo da mesma empresa.
* Não aceite pessoas estranhas ou passageiros em seu táxi.
* O serviço É exclusivamente seu.

Nos hotéis:

* Evite o ingresso de pessoas estranhas em seu quarto.
* Não aceite convites nem pacotes de estranhos

Na via pública:

* Visite as atrações turísticas durante as horas programadas.
* Trate de localizar um membro da Polícia de Turismo para obter informação turística.
* Não caminhe nem permaneça em lugares onde há muita gente congregada.
* Leve fotocópia de seu passaporte (nunca o original), e evite levar consigo grandes somas de dinheiro, (leve o dinheiro e cartões de crédito nos bolsos especiais aderidos ao corpo).
* Não caminhe em lugares escuros e a altas horas da noite. Procure faze-lo só em lugares iluminados.
* Evite conversar com pessoas estranhas.
* Lembre-se que é ilegal transportar, possuir, vender e consumir drogas.

Restaurantes e ambientes fechados:

* Ponha sua bolsa de mão em um lugar visível para seu controle ou solicite sua custódia, do mesmo modo segure sua bolsa de mão todo o tempo quando estiver de compras.
* Não descuide seus objetos.
* Cuide de sua saúde ingerindo alimentos e refrigerantes em lugares de boa reputação.
* Beba água engarrafada.

Quando realizar câmbio de moeda:

* Realize o cambio de moeda em casa de câmbio.
* Evite o uso de caixas automáticas; é mais seguro utilizar seus cartões de crédito no interior dos bancos.

Em caso de que seja vítima de atos delituosos

* Evite resistir para não ser ferido.
* Trate de memorizar as características físicas dos supostos autores ou veículos; e comunique à Polícia Nacional do Peru (PNP).
* Em caso de requerer auxílio ou observar atitudes suspeitas de pessoas que caminhem a pé o em veículo, comunique-se imediatamente com a PNP. Central de Emergência 105 ou a Polícia de Turismo: 460-1060 ou 460-0844, disponível as 24 horas do dia.
* Para qualquer informação, entre em contato com os correios eletrônicos: dirture.ceopol@pnp.gob.pe   dirture.sec.@pnp.gob.pe.

Na prática de esportes extremos de aventura:

* Antes de praticar esportes de montanha você deve utilizar um bom processo de aclimatação ao meio ambiente.
* Assegure-se de contatar com guias autorizados e qualificados para a prática de esportes de aventura: rafting, caiaque, trekking/hiking, espeleologia, escalada, ski, paragliding, hang-gliding  (asa delta), parasaling.
* Assegure-se de obter informação sobre o clima e o estado do tempo.
* Informe-se das rotas estabelecidas para a prática dos esportes de aventura.
* Registre-se nos pontos de ingresso aos parques nacionais.
* Cuide sua bagagem quando viajar em qualquer meio de transporte dentro do país.
* Cuide e proteja a flora e a fauna.
* É proibido caçar, possuir, transportar ou comercializar animais silvestres sem a autorização correspondente.”

3. Acesso a Informações Gerais:

PromPeru
Calle 1 Oeste Nº 50, Córpac, San Isidro (51 1) 224-9355
Horário: S-S 9/ 13h / 14:30/17h tel. 0800-4-2579
iperu@promperu.gob.pe

Aeropuerto Internacional

Jorge Chávez
(Hall Principal)
(51 1) 574-8000
Horário: S-D: 24 horas
iperulima@promperu.gob.pe

iPeru
Jorge Basadre 610,
San Isidro
(51 1) 421-1227 / 421-1627
 Horário: S-D: 08:30 - 18:00
iperu@promperu.gob.pe

4. Transportes Terrestres

O  transporte conta com ônibus e microônibus, além de serviço de táxis a ser mobilizado dentro do perímetro da cidade. A partir de Lima, pode-se desfrutar da Costa Verde peruana – que fica a menos de 15 minutos do centro histórico em carro.

As unidades do transporte público, oferecem o serviço , geralmente, a partir das cinco horas da manhã até às 12 horas da noite. Alguns veículos fazem serviço noturno, com acréscimo de 50%.  No serviço de táxi, existem até três modalidades: o do aeroporto e para a saída dos hotéis, cujas unidades são de cor preta; as companhias de táxi que recebem pedidos  através de telefone e, finalmente, os motoristas de táxi comum cujas unidades são de cor amarela. Também não há taxímetros, portanto as taxas são negociadas antes de do início da corrida.

Para os que queiram viajar de trem pelo país, há serviços de Lima para Arequipa, Puno e Cusco, e diariamente de Cusco para Machu Picchu, com as empresas Sevicio Inka, Turismo, Autovagón y Ferrostal, que variam em preço, qualidade e horários. mAis informações:  www.perurail.com.

5. Clima

Por estar o pais situado na costa sub-tropical, a temperatura média varia entre os 14o e 27o C. Na serra, o clima é frio e seco, com uma temperatura que varia entre os 9o e 18o C. Na selva, é cálido e úmido, e a temperatura média é de 25o a 28o C. O clima moderado permite que o turista possa visitar o país a qualquer época do ano.

6. Idioma

Os idiomas oficiais são o espanhol e o quéchua. Este último e o aymará são falados pelas populações da serra. Na selva falam-se numerosas línguas.

7. Moeda

Desde o 1° de julho de 1991, a moeda oficial é o Novo Sol (S/.). Existem notas de S/. 10, S/. 20, S/. 50, S/. 100 e S/. 200. Também circulam oficialmente moedas de 1, 2, 5 novos soles, e moedas de centavos de 5, 10, 20, e 50.

8. Câmbio

O dólar americano é aceito na maioria dos locais comerciais, restaurantes e casas de câmbio, e até em supermercados, onde muitas mercadorias importadas são vendidas diretamente em dólares americanos. A cotação do dia para o dólar americano pode ser encontrada em  www.editoraperu.com.pe . Ultimas oscilações variavam em torno de 2.80 soles para  compra e 2.94 soles para venda.

Cartões de crédito internacionais (Visa, Master Card, Diners e American Express)  são aceitos largamente, ao contrário dos Travellers Checks, que têm mais limitações.

Números úteis para cancelamentos

Cancelamento de Cartões de Crédito
Visa: 001- 800-4281858 / 1 – 410- 5810120
Master Card: (01) 311-6000
American Express: (525) 326-2660
Diners Club: (01) 221-2050

Cancelamento de TC´s American Express:
001-800-8602908

9. Eletricidade

A voltagem da rede elétrica no Peru é de 220V, mas muitos hotéis possuem entrada 110V

10. Imigração e Alfândega

Os cidadãos do Brasil só precisam de passaporte vigente.

É necessário lembrar que no país existe um imposto de saída de US$ 30,25 que é pago nas agências bancárias do aeroporto, ou nos balcões das companhias aéreas. Só estão exonerados deste pagamento os passageiros em trânsito que não exceda as 48 horas, e as crianças menores de 12 anos.

Para os que estejam levando material promocional para o evento, é importante que todo ele esteja devidamente identificado em seu conteúdo e destino, e sempre que possível, ter consigo documentação de inscrição no evento.

11. Vacinação

Para o ingresso no Peru é imprescindível levar o atestado de vacina contra febre amarela, que deverá ser tomada até 10(dez) dias antes da viagem para validar a mesma.

12. Ligações Para o Brasil

Disque grátis 080050190 para solicitar uma chamada a cobrar para o Brasil

13. Diferença de Fuso Horário

-2 h em relação a Brasília

14. Horários de funcionamento

Bancos: Segunda a Sexta, 9/18h

Viceministerio de Turismo: Segunda a Sexta, 8:15/17:30h

Comisión de Promoción del Peru: Segunda a Sexta, 8:30/17:30h

Agências de viagens e turismo: Segunda a Sexta, 9/18h; Sábado, 9:30/13h

15. Medidas Sanitárias

* Ser cuidadoso com água que não seja mineral, verduras e frutas cruas
* Não comer em barracas na rua
* Para quem vai às Serras, o “mal de altura” (soroche) pode ser amenizado procurando-se descansar em seu primeiro dia na cidade e consumindo-se refeições leves.– Se vai viajar para a selva ou mata após o evento, recomenda-se levar repelente, capa impermeável e tênis para caminhadas
* Em caso de mal-estar, confie na indicação de sua agência de viagens de confiança ou o pessoal do local onde esteja se hospedando

16. Alfândega

Entrada

Ao chegar ao Peru é necessário preencher uma declaração de alfândega, em que constem os objetos que paguem imposto e que estão especificados no verso do documento. Os artigos que podem entrar livremente no país são os normais de qualquer viajante.

Uma vez passado o controle de passaportes e antes de sair do aeroporto, é necessário passar por um sistema de controle que consiste no passageiro apertar um botão, que quando sinaliza vermelho, significa que vai haver uma revista da bagagem do passageiro pelas autoridades locais.

Saída

É absolutamente proibido levar objetos de arte pré-colombiana, embora alguns locais as vendam livremente. Também não é aconselhável levar folhas de coca ainda que não esteja especificamente proibido. No país, o consumo de folhas de coca é natural e vende-se legalmente para fazer um chá ou para mascar. A saída com este produto pode ser um motivo de problema na alfândega.

17. Atrações

O Peru é incrivelmente rico por sua arqueologia e grandes belezas naturais – e Lima, por sua vez,  funciona em um ritmo mais calmo do que muitas metrópoles sul americanas, orgulhando-se de ser tradicional.

Diversos museus indicam e preservam o passado dourado do Peru, incluindo o mais famoso e notável Museo Nacional de Antropologica y Arqueologica. No sul de Lima, praias brancas e longas de águas frias completam o cenário.

Bairros mais conhecidos de Lima:

Centro (Centro Histórico, que apesar de necessitar, apresenta boas surpresas históricas e arquitetônicas)

Pueblo Libre  e San Borja (Museus e cultura)

San Isidro(Áreas nobre, restaurantes, hotéis)

Miraflores (Áreas nobre e charmosa, restaurantes, bares, compras, hotéis)

Barranco (Bairro boêmio, cultural, com variada gastronomia e entretenimento. Imperdível!)

Museo Nacional de Antropologica y Arqueologica . -  Plaza Bolivar, Pueblo Libre - Abriga a coleção mais extensiva da nação de artefatos de pré-Columbianos e mantém uma reputação internacional.Cerâmicas, Obeliscos de granito, e as texturas das várias culturas pré-Columbianas, incluindo o Nazca - são indicados aqui, oferecendo aos visitantes uma introdução às grandes civilizações que floresceram em há centenas de anos no Peru.

Museo de Oro - Ave. Alonso de Molina 100, Monterico - O Museo de Oro é um museu devotado completamente a guardar os tesouros legendários de civilizações pré-columbianas do antigo Peru. Sua coleção inclui partes do fabulosos tesouro dourado dos Incas.Com 6.500 imagens, pratos e objetos cerimoniais, exibe peças de ouro. O museu possui também uma seção colonial com armas de fogo do século XVI.

Igreja de San Francisco - Ancash 471 (Centro) - A igreja de San Francisco é um do mais notável edifícios coloniais espanhóis. Sua decoração é extraordinária. A coleção imensa do monastério é feita de livros e de antigas catacumbas abaixo das terras da igreja, descobertas em 1951, são realmente impressionantes. De estilo barroco, tem um dos mais belos portais de Lima.

Parque Las Leyendas - La Marina del comma Block 24 - No Parque Las Leyendas, um jardim zoológico com animais selvagens peruanos, onde os visitantes podem descobrir a flora e a fauna de três habitats distintos de Peru: a Costa, a Serra e a Selva.

La Catedral -  Plaza Mayor -  Terminada no século XVII, a catedral foi reconstruída após o terremoto1746. Além da decoração barroca impressionante, tem um museu da arte e de artefatos religiosos cujo o destaque é a tumba de Pizarro.

17a. Casas Noturnas em Lima

La Noche, Bolognesi 307, Barranco (tel. 01/477-5829).

El Ekeko, Av. Grau 266, Barranco (tel. 01/247-3148)

La Estación de Barranco, Pedro de Osma 112 (tel. 01/247-0344)

Satchmo, Av. La Paz 538, Miraflores (tel. 01/444-4957)

Caballero de Fina Estampa, Av. del Ejército 800, Miraflores (tel. 01/441-0552),

De Rompe y Raja, Manuel Segura 127, Barranco (tel. 01/247-3271)

Las Guitarras, Manuel Segura 295, Barranco (tel. 01/479-1874)

Brisas del Titicaca, Jr. Walkulski 168,C/ Avenida Brasil -Lima Centro (tel. 01/332-1901)

Manos Morenas, Pedro de Osma 409 (tel. 01/467-0421)

Sachún, Av. del Ejército 657, Miraflores (tel. 01/441-4465)

La Candelaria, Bolognesi 292, Barranco (tel. 01/247-1314)

17b. Bares

Deja-Vu Trattoria & Bar, Av. Grau 294, Barranco (tel. 01/247-3742)

Kitsch, Bolognesi 743, Barranco

Tequila Rocks, Calle Diez Canseco 146, Miraflores (tel. 01/444-3661)

A Media Cuadra (Pub)  Av. San Martín 443 - Miraflores

Hard Rock Cafe (Pub) Centro Comercial Larco Mar – Miraflores

Freiheit, Lima 471, Miraflores(tel. 01/247-4630)

O'Murphy's Irish Pub, Shell 627, Miraflores (tel. 01/242-1212

Son de Cuba Bulevar San Ramón 277, Miraflores (tel. 01/445-1444)

Amnesia, Bulevar Sánchez Carrión 153, Barranco(. 01/477-9577)

17c. Cassinos

Gran Hotel Miraflores Av. 28 de Julio 151 - Miraflores - Aberto 24 horas.

María Angola Av. La paz 610 - Miraflores  - Aberto todos os dias, de 18/6h.

17d. Compras

* Antiguidades e bijuterias

ILARIA, Av. Larco 1325 (tel. 01/444-2347)

EL TUPO, La Paz 553 (tel. 01/444-1511).

EL ALMACÉN DE ARTE, Francia 339 - Miraflores (tel. 01/4456264)

PORTA 735, Porta 735 Miraflores (tel. 01/447-6158).

* Artesanato e Têxteis

MERCADO ÍNDIO Petit Thouars em Miraflores  O mercado colorido de Indio (Mercado Indio) é onde os vendedores negociam roupa de lã fina,  madeira entalhada, tamboretes, jóias de prata, e outras curiosidades.

FEIRA ARTESANAL Avenida de la Marina no bairro de Pueblo. Tem todos tipos de artigos sobre de Peru.

SILVANIA PRINTS Miraflores e San Isidro  Roupas em Algodão inspiradas na arte Pré-Colombiana

ARTESANÍAS MIRAFLORES Avenida Ricardo Palma, no. 205

ARTESANÍA EXPO INTI, Avenida Petit Thouars no. 5495

AGUA Y TIERRA, Diez Canseco 298 (tel. 01/445-6980)

SILVANIA PRINTS, Diez Canseco 378 (tel. 01/242-0667)

ALPACA 111, Av. Larco 671 (tel. 01/447-1623)

ALPACA PERU, Diez Canseco 315 (tel. 01/241-4175)

MON REPOS, Tarata 288 (tel. 01/445-9740)

ALL ALPACA, Av. Schell 375 (tel. 01/427-4704).

* Shoppings e mercados

SHOPPING CENTERS E MERCADOS

JOCKEY PLAZA SHOPPING CENTER  Javier Prado Este 42200 - Surco

MERCADO CENTRAL  Plaza Mayor Sul

CENTRO COMERCIAL LARCO MAR, Parque Salazar (perto do Marriott)

18. Informações turísticas

Uma cabine de apoio 24h (tel. 01/574-8000) opera dentro do aeroporto internacional e oferece variados serviços, incluindo câmbio de moeda. A Oficina de Información Turística se localiza na Plaza de Armas, no Centro (tel.01/427-6080). Aberta de Segunda a Sexta 9/18h, Sábados e Domingos 10/17h.

19. Prestadoras de serviços turísticos

FERTUR PERÚ Jr. Junín 211 and Azángaro 105,tel. 01/427-1958).

SOUTH AMERICAN EXPLORERS, Piura 135, Miraflores (tel. 01/445-3306; www.samexplo.org )

LIMA TOURS Belén 1040 (tel. 01/424-5110; www.limatours.com.pe) Passeio ½ dia no centro de Lima custa cerca de US$25

LIMA VISIÓN, Jr. Chiclayo 444, Miraflores (tel. 01/447-0482; www.peruvision.com )

CONTACTO LIMA (tel. 01/224-3854; contactolima@tsi.com.pe )

TOURS A PÉ - Oferecidas pela prefeitura de Lima. Tel. 01/427-4848 or 01/427-6080, ext. 222.

EL BUS PARRANDERO, Av. Benavides 330, of. 101, Miraflores (tel. 01/445-4755; www.busparrandero.com)

20. Bancos

SCOTIA BANK -- Lima - Tel: 311-6000 e 447-5053

BANCO CENTRAL DE RESERVA DEL PERU - Av. Miroquesada 441 - Lima - Tel: 427-6250

BANCO DE CREDITO DEL PERU - Sede central de la Molina - Centenario 156 - Tel: 349-0304

BANCO DE LA NACION - Av. N. de Pierola 1065 - Lima - Tel: 426-2000

21. Clínicas

CLÍNICA TESA – Av. del Polo, 570 – Monterico. Tel. 610-5050

CLINICA INTERNACIONAL - Jr. Washington 1471 - Lima - Tel: 433-4306

CLINICA SANTA LUCIA - Av. Guardia Civil 301 - San Borja - Tel: 475-2129

22. Tele táxi

Tel. 445-2421

23. Aluguel de veículos

AVIS (tel. 01/575-0912, ext. 4155; http://www.perurail.com)

BUDGET (tel. 01/575-1674; www.budget.com)

HERTZ (tel. 01/575-1390; www.hertz.com)



Exibir mapa ampliado

PAMPA GAÚCHO: Últimas notícias do IV Festival de Cinema da Fronteira, em Bagé









REALIZADORES LANÇAM MANIFESTO DO CINEMA EM BAGÉ NO IV FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DA FRONTEIRA

Um ato simbólico e de caráter político marcou a programação do IV Festival Internacional de Cinema da Fronteira. Ontem à noite, no Da Maya Espaço Cultural, os realizadores lançaram uma série de indicações ao poder público no sentido de desenvolver o cinema em Bagé, e desenvolver Bagé através do cinema. O ato contou com a presença de 100 espectadores do Festival de Cinema da Fronteira.

Após a explanação de representantes do Festival, do Instituto Federal Sul Rio Grandense (IFSul), da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e dos realizadores, o Manifesto do Cinema em Bagé foi lançado. Dentre agradecimentos e reconhecimentos, o apelo pela criação de uma Film Comission, a instalação de um estúdio e laboratórios de áudio e vídeo na Secretaria Municipal de Cultura, a criação de um projeto modelo RodaCine municipal, o fortalecimento do Programa Cinema da Fronteira, a expansão do Festival Internacional de Cinema da Fronteira e a criação de uma curso de Cinema na Unipampa.

JEAN CLAUDE BERNARDET PARTICIPA DA PRIMEIRA JORNADA DE ESTUDOS DE CINEMA DO IV FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DA FRONTEIRA

A primeira edição da Jornada de Estudos de Cinema da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) levou mais de 70 estudantes, realizadores e convidados ao maior evento acadêmico do IV Festival Internacional de Cinema da Fronteira. O teórico e ensaísta Jean Claude Bernardet foi a grande atração da Jornada que também trouxe os professores Ivonete Pinto (UFPel) e Tiago Lopes (Unisinos). 

Na primeira parte do evento, Tiago Lopes, mediou um debate entre Ivonete Pinto e Jean Claude Bernardet. A professora da UFPel avaliou a qualidade da crítica cinematográfica no Brasil, sua vulgarização, suas deficiências literárias e culturais, além da influência da internet no processo do cinema. Bernardet, por sua vez, abordou a dificuldade de diálogo dos realizadores com o público e avaliou por que filmes abaixo da crítica logram êxito de bilheteria. Da mesma forma, os realizadores apontaram a maior dificuldade à questão da distribuição, que é concentrada no eixo Rio-São Paulo e não beneficia as produções de outros estados. 

OFICINA  DE DESENVOLVIMENTO E FORMATAÇÃO DE PROJETOS PARA TV ESTIMULA REALIZADORES DO IV FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DA FRONTEIRA

A Oficina de Desenvolvimento e Formatação de Projetos para TV da Associação Brasileira de Produtoras Independentes de Televisão (ABPITV) encerrou na manhã desta terça-feira (22/11). Ministrada pela cineasta e produtora executiva Letícia Friedrich, o objetivo era capacitar realizadores para a elaboração de projetos voltados para a TV. O projeto foi desenvolvido no Da Maya Espaço Cultural.

Conforme Letícia Friedrich, o importante é estimular os realizadores a fornecer conteúdo para a televisão comercial. Aprovada recentemente, a Lei do Cabo, obriga os canais de televisão a exibir 3h30min de sua programação diária de produções brasileiras, sendo que 1h15min desse conteúdo deve ser fornecido por produtoras independentes. “A oficina serviu para mostrar que esse mercado é uma possibilidade. Grandes realizadores do cinema hoje também estão na TV. Isso é uma transformação que nos permite disseminar um novo formato e linguagem audiovisual”, disse.

SARAU NOTURNO É SUCESSO DE PÚBLICO NO IV FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DA FRONTEIRA

O espetáculo Sarau Noturno foi o diferencial da programação da quarta-feira no IV Festival Internacional de Cinema da Fronteira. Um monólogo de atores que interpretaram personagens da literatura romântica e textos baseados em análises da arte cemiterial reproduzida nos túmulos e jazidos do cemitério da Santa Casa de Caridade de Bagé. Mais de 100 participantes estiveram no evento que iniciou às 00h30min.

IV FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DA FRONTEIRA DEBATE A INTEGRAÇÃO FRONTEIRIÇA

Proposta Itinerante traz a Bagé documentários da Argentina, Brasil e Paraguai 

O Foro Entre Fronteiras aprofundou a discussão acerca da vivência nas zonas de fronteira e a transgressão dos seus limites imaginário. O DVD Parceria do projeto do Instituto Estadual de Cinema (IECINE) apresentou quatro documentários de 25 minutos produzidos na Argentina, no Brasil e no Paraguai. O foro itinerante ocorre quatro vezes ao ano discute assuntos relacionados à fronteira com entidades governamentais e não governamentais em cada país.

O presidente do IECINE, Luiz Alberto Cassol, afirma que a fronteira é um lugar rico, de diversidade cultural e de evidentes assimetrias, ou seja, diferenças e semelhanças. “Aqui podemos estudar melhor a fronteira, Bagé tem um simbolismo por ser um município de fronteira, as pessoas se identificam. Na questão do imaginário a fronteira lembra uma linha, algo que divide. Queremos desfazer isso, fronteira é um lugar de confluência”, explica.

Conforme Cassol, a análise sociológica a cerca da vivência na fronteira teve absorção na montagem da política audiovisual de implantação da TV Digital Argentina, que colheu propostas debatidas no Foro Entre Fronteiras. Para o próximo ano, o Foro pretende realizar treze documentários de três minutos de duração na fronteira tripla entre Argentina, Brasil e Paraguai.  

ESTUDANTES LOTAM O CINE 7 DURANTE A MOSTRA CINEMA NA ESCOLA DO IV FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DA FRONTEIRA

A primeira exibição da Mostra Cinema na Escola do IV Festival Internacional de Cinema da Fronteira foi sucesso de público. Os estudantes de cinco escolas do 9º ano da rede pública municipal lotaram o Cine 7 durante para assistir curtas-metragens. A Mostra terá outras duas exibições durante o Festival de Cinema da Fronteira e pretende facilitar a inserção de novas mídias no processo de ensino-aprendizagem.

Atenta a inserção das novas mídias no processo de ensino-aprendizagem, a Secretaria Municipal de Educação já trabalha com oficinas de vídeo em algumas escolas através do Projeto Mais Educação. Para a secretária de educação, Janise Collares, a educação deve sempre estar vinculada às questões da cultura. “Ao colocarmos os alunos em contato com processo do cinema de uma maneira mais ampla, oferecemos um novo mundo a eles, um novo olhar. Bagé tem dado atenção ao cinema, e o cinema é realmente uma possibilidade de desenvolvimento para o município e para os nossos alunos”, afirma.

Iniciativa semelhante acontece no Uruguai. Na última sexta-feira (16/11), o Júnior Rodrigues visitou a Escola Nº7 - Laura Silva de Maciel em Melo, município da fronteira do Brasil com o Uruguai. A iniciativa do IV Festival Internacional de Cinema da Fronteira, Programa Cinema da Fronteira em parceria com o departamento de ralações internacionais de Cerro Largo motivou jovens de 8 a 12 anos às primeiras produções cinematográficas. O cineasta voltará para oferecer uma oficina de Filme de 1 Minuto nos dias 27 e 28 de novembro, antes de retornar ao Amazonas. 

O representante de relações internacionais do departamento de Cerro Largo, Augustín Muñoz, entende que é importante o estreitamento de laços entre Brasil e Uruguai principalmente para assuntos relacionados à cultura. “A nossa região, localizada entre os dois países, compartilham os mesmo valores, histórias e costumes. São as mesmas famílias, inclusive, porque somos todos gaúchos”, disse. Muñoz reconhece que a iniciativa do IV Festival Internacional de Cinema da Fronteira foi a primeira em pelo menos dez anos a oferecer uma troca de experiência de um cineasta com as crianças, principalmente depois de Melo ter sido a principal locação do filme El Baño Del Papa, de César Charlone. “Nossa cidade foi colocada no mundo através do cinema”, explica. 

Bagé vivência situação semelhante desde as gravações do longa-metragem O Tempo e O Vento, a última edição do Festival de Cinema da Fronteira e a série de oficinas gratuitas do Programa Cinema da Fronteira. 

AddToAny

Conheça Lavras do Sul!

O município gaúcho de Lavras do Sul está localizado a 324 km a sudoeste de Porto Alegre, entre Caçapava do Sul e Bagé, através de acessos pelas rodovias BR-290, BR-392 e ERS-357. Possui 7 679 habitantes, distribuídos em uma área de 2 600 km² (IBGE, 2010). Emancipado de Caçapava em 9 de maio de 1882, foi o único município gaúcho com origem na mineração do ouro. Possui as denominações carinhosas de "Pepita do Rio Grande" e "Terra do Ouro". Na atualidade, a economia se baseia na pecuária (principalmente bovinos e ovinos), comércio, fruticultura, lãs, indústrias artesanais e turismo. Tem como atrações turísticas principais a Igreja Matriz de Santo Antônio, a Praça Licinio Cardoso e o Camping Municipal (ou Praia do Paredão). O Carnaval lavrense é um dos maiores do Rio Grande do Sul e do Interior Brasileiro. Além do Carnaval, são realizadas as mais diversas festas e eventos ao longo do ano. Tudo consequência da alegria, da tranquilidade, da hospitalidade e da receptividade do povo lavrense.
A Sede está situada na latitude de 30°48’41”S e longitude 53°54’02” O. São dois os Distritos: o primeiro, Sede, com 1.240 km² aproximadamente; e o segundo, o Ibaré, com 1.360 km² aproximadamente.
A altitude média é de 300 metros acima do nível do mar (oficialmente ela está em 277 metros), mas em vários pontos, chega a 400, 450 metros. Nas regiões do extremo oeste do município, alcança apenas 98 m nas curvas do Rio Santa Maria.
Faz divisa com sete municípios: Vila Nova do Sul e Santa Margarida do Sul (norte), São Gabriel (norte e noroeste), Dom Pedrito (oeste, sul e sudoeste), Bagé (sudeste), Caçapava do Sul (leste e nordeste) e São Sepé (nordeste e norte). Até os anos 1980, havia uma pequena divisa com Rosário do Sul, que foi extinta devido a anexações aos municípios de Dom Pedrito e São Gabriel. O perímetro aproximado de divisas de Lavras do Sul é de 380 km. A distância entre os extremos leste-oeste é de cerca de 120 km.
Lavras do Sul está situada a 2.431 km de Brasília, Capital do Brasil, e a 641 km de Montevidéu, Capital do Uruguai. Localiza-se na faixa de fronteira.

SEJAM BEM-VINDOS(AS) AO BLOG INDEPENDENTE DE LAVRAS DO SUL/RS E REGIÃO. VISITEM NOSSA CIDADE E O PAMPA GAÚCHO EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO. TRABALHAMOS DESDE 2007 E LEVAMOS QUALIDADE E CARINHO A ESTA TERRA PELAS ONDAS DA INTERNET. FIQUEM À VONTADE E SIGAM CONOSCO!

No Facebook

Postagens mais visitadas