Pesquisar este blog

Notícias Expressas

VISITE LAVRAS DO SUL EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).
Lavras do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil,
00:00:00

Carnaval

O Carnaval de Lavras do Sul, considerado um dos maiores do Interior Gaúcho, é sem dúvida, o mais importante evento lavrense, capaz de mobilizar toda a comunidade. A folia dura cinco dias, da sexta-feira à Quarta-feira de Cinzas, sendo realizados diversos bailes infantis e adultos, sobretudo na Praça Licínio Cardoso, Praça das Bandeiras e no Clube Comercial.

Nos anos 1930, surgiu a tradição que permanece até hoje: a saudável rivalidade entre os blocos Os Relaxados e Vae de Qualquer Geito (ou VG).

Em 1980, foi fundado o Vira Lata, primeiro grande bloco contemporâneo de jovens da cidade. Em 1989, tiveram início as cortes carnavalescas. Já na década de 90, ocorreu a multiplicação de pequenos blocos carnavalescos. Pequenos no número de integrantes em relação aos mais tradicionais, mas não menos animados, como o caso do Louquinhos do Bem-te-vi. A primeira escola de samba do município, Os Filhos do Sol, também surgiu durante esse período, encerrando suas atividades em dezembro de 2014.

Já no século 21, mais novos blocos surgiram, como o Marilú (2001) e o Baita Fogo (2002) e o Cem Miséria. Em 2003, criou-se um complexo carnavalesco (com lonão, banheiros químicos e segurança particular), além do reforço de serviços essenciais, como saúde e segurança, mobilizando as secretarias municipais. Portanto, a cada ano que passa, a folia lavrense vem se consolidando. Nos anos 2010, foram surgiram ainda a Escola de Samba Pérola Negra, Semo Feio má Semo Carinhoso, Turma do Ki-Suco, Turma do Nenê, Os Tchurulys, Mimoso das Gurias.

Em 2013, por conta da tragédia da Boate Kiss em Santa Maria, e em 2016, por falta de recursos financeiros, o Carnaval não foi realizado de forma oficial, apenas nas sedes dos blocos (sendo denominado CarnaBlocos). Em 2017, o Carnaval de Lavras do Sul ganhou novidades, como a realização dos bailes público na Praça das Bandeiras e os desfiles na Praça Licínio Cardoso.

Com restritos recursos, mas com garra e criatividade, a nova fase do Carnaval de Lavras do Sul já iniciou, com a expectativa de que a tradição carnavalesca da cidade perdure por muitas e muitas gerações. 

Cada vez mais, os lavrenses e turistas curtem essa grande festa com muita alegria, crescendo a cada ano que passa para deixar ainda mais grandioso um dos maiores carnavais do interior do Rio Grande do Sul.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny