Pesquisar este blog

Notícias Expressas

VISITE LAVRAS DO SUL EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).
Lavras do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil,
00:00:00

Agropecuária

Ovinos em fazenda do interior de Lavras do Sul - 2009
Lavras do Sul se destaca no setor agropecuário do Rio Grande do Sul, sobretudo nos rebanhos de bovinos, ovinos, equinos e bubalinos. Cerca de 8% da criação nacional de ovelhas está concentrada no Município, com um rebanho que, em 2010, é composto por 153.438 cabeças.

No tocante aos animais de grande porte, o maior rebanho pecuário lavrense é o de bovinos, com, em 2010, 340.589 cabeças, seguido pelos ovinos, conforme já citado no parágrafo anterior, equinos, com 8.129 cabeças, e búfalos, com 3.077 cabeças.

Ainda, em menores quantidades, são encontrados os rebanhos de suínos (1.209 cabeças), caprinos (1.295 cabeças) e muares (80 cabeças). Os animais de pequeno porte estão representados da seguinte forma: galos, frangas, frangos e pintos (12.768 cabeças) e galinhas (21.166), além de 188 codornas e 136 coelhos. As raças Hereford e Angus (bovinos), Corriedale (ovinos) e o cavalo crioulo são as principais representações de linhagem animal criadas nas fazendas lavrenses.

Ainda com relação à criação de gado bovino, Lavras do Sul tem 87,3% de área conservada de campos nativos, proporcionalmente a maior do Estado. Isto significa que o território apresenta grande potencial para a criação de gado bovino de corte de alta qualidade, agregando valor à produção dos pecuaristas da região e promovendo a utilização sustentável do ambiente. O Município montou uma estrutura de pecuária diferenciada, com o uso de tecnologia e qualificação dos profissionais envolvidos.

No que diz respeito à estrutura fundiária (ou seja, a distribuição da extensão dos estabelecimentos rurais, estâncias e fazendas), Lavras possui 70% das propriedades rurais com mais de 500 hectares. Nas propriedades rurais do interior do município, desenvolve-se predominantemente a criação extensiva de ovinos e bovinos, para a extração de carne, couro e lã. Também podemos encontrar cabanhas e locais de criação intensiva de gado.

A ovinocultura é bastante significativa no Município, sendo um dos dez maiores criadores de ovelhas do território brasileiro. Em 26/05/2014, foi criada a Associação de Criadores de Ovinos de Lavras do Sul, responsável por coordenar e auxiliar o setor no Município.

O município realiza constantes feiras de terneiros na primavera e no outono, e seu Sindicato Rural, localizado a cinco minutos do centro da cidade, na saída para o Ibaré, é modelo e referência na região da Campanha.

Sindicato Rural de Lavras do Sul.

O Sindicato Rural de Lavras do Sul é uma das mais atuantes instituições econômicas, rurais e sociais de Lavras do Sul, tendo grande reconhecimento no setor do agronegócio gaúcho. Fundada em 27 de novembro de 1936 como Associação Rural, tornou-se entidade sindical em 2 de outubro de 1968. A construção da pista coberta, nos anos 1980, por parte de Nilton Souza, transformou o meio rural e o agronegócio no Município. 

O Sindicato Rural de Lavras do Sul é defensor e cooperador para a prosperidade local, realizando ações que visem elevar a produtividade rural. A parte de comercialização e os índices de produtividade são as suas principais atribuições de trabalho. Ao longo do ano, o Sindicato Rural de Lavras do Sul promove seminários e palestras técnicas (exemplos: O Pampa e o Gado; De onde vem os Terneiros; consultorias do programa Juntos para Competir; cursos de capacitação; reuniões técnicas).Sua pista de remates é uma praça regional do agronegócio, sendo considerado um dos mais belos e modernos pavilhões do Rio Grande do Sul. 

Há a presença de produtores de dentro e fora do Município, que comercializam em remates com lotes do mercado lavrense e de fora. Em praticamente todos os sábados do ano, o Parque do Sindicato Rural recebe os remates, promovidos pelos escritórios Abascal e Borges e Clínica Veterinária. Em maio próximo, será realizada mais uma edição do tradicional Maio de Ouro, onde há a previsão de comercialização de 10 mil animais. Em média, os remates comercializam entre 25 e 30 mil animais ao anos. Em 2015, foram 25.500 bovinos. De janeiro a março de 2016, foram negociados 5 mil animais.Outras funções primordiais do Sindicato são: manter serviços úteis aos associados, como os exames laboratoriais; exames dos rebanhos, convênio de saúde, etc.; representar a Farsul com objetivo de assegurar os interesses dos produtores rurais.

Destaca-se também a parceria com a APAE, através da renda do Jantar de Carcaças (realizado no final do ano) e a bilheteria da ExpoLavras (realizada entre os meses de outubro e novembro). O valor da portaria da ExpoLavras é considerado um dos mais baratos em feiras do Rio Grande do Sul e é destinado todo a esta instituição, que auxilia pessoas portadoras de necessidades especiais. 

O Sindicato Rural realiza transportes, fretes, manutenções e obras; envolve de 12 a 15 funcionários na execução dos remates e de 20 a 25 funcionários durante o período da ExpoLavras. Da arrecadação total, 30% vai para a folha de pagamento dos funcionários. A diretoria do Sindicato não é remunerada. 

O atual presidente do Sindicato Rural de Lavras do Sul, período 2017-2020, o sr. José Antônio Fabrício de Souza.

Dados Agrários

Valores da produção de origem animal

2000
  • Leite = R$ 555 mil
  • Ovos de galinha = R$ 236 mil
  • Mel de abelha = R$ 61 mil
  • Lã = R$ 525 mil

2008
  • Leite = R$ 1.397 mil
  • Ovos de galinha = R$ 479 mil
  • Ovos de codorna = R$ 1 mil
  • Mel de abelha R$ 109 mil
  • Lã = R$ 1.437 mil

2015
  • Leite = R$ 2.022 mil
  • Ovos de galinha = R$ 1.096 mil
  • Ovos de codorna = R$ 1 mil
  • Mel de abelha = R$ 160 mil
  • Lã = R$ 3.245 mil


FONTE: IBGE (Pesquisa Pecuária Municipal)

Vacas ordenhadas
  • 1992 = 4.010
  • 1998 = 2.534
  • 2004 = 3.012
  • 2010 = 3.153
  • 2013 = 2.841
  • 2015 = 2.030

FONTE: IBGE (Pesquisa Pecuária Municipal)

Ovinos tosquiados
  • 1974 = 273.365
  • 1991 = 334.316
  • 2000 = 97.783
  • 2006 = 129.908
  • 2015 = 114.481

FONTE: IBGE (Pesquisa Pecuária Municipal)

Efetivo dos Rebanhos (cabeças) = 2015

* Bovinos = 270.815
* Bubalinos = 2.394
* Equinos = 9.704
* Suínos = 873
* Caprinos = 2.595
* Ovinos = 129.474
* Galinháceos = 36.500
* Codornas = 190

Características das terras agrícolas (IBGE, 2005)

* 242 tratores, que estão distribuídos em 171 estabelecimentos rurais;
* 9 132 Hectares de lavouras;
* 174 876 Hectares de pastagens naturais;
* 5 103 Hectares de matas e florestas;
* 418 Hectares de áreas irrigadas;
* Mais de 1 400 estabelecimentos rurais

LEITURA COMPLEMENTAR:  Agenda de exposições do agronegócio lavrense para 2018

* 26 a 28 de fevereiro = Credenciadora Mista ao Freio de Ouro (NCCCLS), Freio Jovem e Freio Proprietário
* 02 a 04 de fevereiro = VIII Rodeio Aberto do NCCCLS
* 07 de abril = Feira de Terneiros e Terneiras – I Etapa (38° edição)
* 21 de abril = Remate Alianza del Pastizal (5º edição)
* 05 de maio = Feira de Terneiros de Corte – II Etapa (38° edição)
* 12 de maio = Feira Alternativa de Terneiros e Terneiras (22° edição)
* 19 de maio = Remate Cite 27 (28° edição)
* 26 de maio = Remate de Ventres (5° edição)
* 05 e 06 de julho = X Seminário O Pampa e o Gado
* 06 de outubro = Feira de Primavera de Terneiros e Terneiras – II Etapa (35° edição)
* 01 a 06 de novembro – ExpoLavras 2018 (74ª edição)
* 06 de novembro = Feira de Primavera de Terneiros e Terneiras – II Etapa (35° edição)
* 17 de novembro = Feira Alternativa de Terneiros e Terneias de Primavera (19° edição)
* 14 e 15 de dezembro = Ovinofest (5ª edição) e Feira de Ovinos (18° edição)


FONTE: Revista Lavras Rural

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny