Lavras do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, 00:00:00

sábado, 4 de setembro de 2021

HISTÓRIA: Resumo Histórico de Lavras do Sul

Em 1750, o território de Lavras do Sul - e pode se dizer que pertenceu ao esquema das missões jesuíticas - estava incorporado aos domínios de Portugal, graças ao Tratado de Madrid. Havia uma fronteira divisória natural entre Portugal e Espanha, através do Arroio Taquarembó e do Rio Santa Maria. Já o Tratado de Santo Idelfonso, em 1777, dividiu Lavras do Sul em duas metades.

Já existiam, segundo alguns relatos, trabalhos de mineração realizados por portugueses, espanhóis e índios convertidos, ocorridos, por volta do século XVIII.

Por detalhes, a sede de Lavras do Sul, segundo referências, poderia se localizar no Segundo Distrito, através do Povoado de Santo Antônio, às margens de arroio do mesmo nome, com o estabelecimento de casais de índios.

Em 1824, o Rio Grande do Sul recebia a denominação de Província de São Pedro e Lavras do Sul pertencia ao território de Rio Pardo; mais tarde, fazia parte do território de Cachoeira do Sul. Documentos mostram, quando a Revolução Farroupilha iniciou, em 1835, Lavras do Sul era o Quarto Distrito da então denominada Nossa Senhora da Assunção de Caçapava (hoje Caçapava do Sul).

A primeira capela foi construída em 1846, com o nome de Santo Antônio das Lavras, onde atualmente se situa o pátio de uma residência na esquina das ruas Santo Antônio e Dr. Pires Porto.

Pelo ano de 1849, surgiram as primeiras residências de alvenaria; as mesmas não obedeciam um traçado urbano regular.

Em 1850, a Freguesia de Lavras do Sul passou a ter governo próprio (Intendente, Delegado e Juiz de Paz). E, através da Lei Nº 1364, de 9 de maio de 1882, uma terça-feira, a então Freguesia é elevada à Vila de Santo Antônio das Lavras, com parte das terras antes pertencidas a Bagé e Caçapava do Sul. Transformou em cidade no ano de 1938 (56 anos na condição de Vila) e em 29 de dezembro de 1944, recebeu o nome oficial de Lavras do Sul. Dentre os atuais 497 municípios gaúchos, Lavras do Sul foi o 54° a ser fundado, o que significa que é um município de vasta História no Rio Grande do Sul.

Por conta da exploração aurífera e também da existência de um vasta unidade da Brigada Militar, entre os anos 1930 e 1960, a população chegou a ser entre 13 e 15 mil habitantes. 

Mesmo com a queda nos números populacionais (sobretudo a partir dos anos 1990, onde ocorreram migrações de lavrenses para outros municípios, devido à falta de empregos) e também alguns problemas moderados, que são pertencentes a qualquer comunidade, Lavras do Sul é uma cidade diferenciada e que com bons atrativos.

Desde 2005 (com o advento do Orkut) e, a partir de 2011, com a “explosão” de usuários no Facebook e Twitter, a tecnologia marca a vida dos lavrenses, pela Internet, pelos smartphones e pelas redes sociais. Com as novas formas de comunicação, há um maior acesso à informação e comunicação, entre os internautas, do que acontece no município. As rádios FM, em especial a Pepita, que surgiu em 1987, também contribuem para informar e entreter os munícipes.

Recuperação da Barragem do Paredão - 1965

FONTE: Casa de Cultura José Néri da Silveira



Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Facebook