Pesquisar este blog

Telefones úteis

VISITE LAVRAS DO SUL EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).
Confira site especial com conteúdos adicionais
sobre Lavras do Sul

segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

PAMPA GAÚCHO: Informações sobre o Censo 2020 do IBGE na região

No segundo semestre de 2020, o Brasil passará pela maior operação de recenseamento de sua história. O Censo Demográfico 2020, organizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), fará, entre agosto e outubro, visitas a mais de 71 milhões de domicílios em 5.570 municípios brasileiros. A agência regional do IBGE, em Bagé, é responsável por nove cidades: Aceguá, Bagé, Caçapava do Sul, Candiota, Hulha Negra, Lavras do Sul, Pedras Altas, Pinheiro Machado e Santana da Boa Vista.

A Coordenadora de Área, Laiane Castro Lopes, será a responsável pela contagem da população nestes municípios. Segundo o Jornal Minuano, haverá dois Coordenadores de Subárea contratados, sendo que um trabalhará em Bagé e o outro em Caçapava do Sul. Além destes, cada município terá um Agente Censitário Municipal (ACM), encarregado de coordenar os trabalhos no respectivo município. As exceções são Bagé, que terá dois, e Pedras Altas, que não terá. Também será necessário contratar Agentes Censitários Supervisores (ACS) e recenseadores através de processo seletivo.

Os resultados preliminares serão divulgados em dezembro deste ano e os resultados finais e análises deverão ocorrer entre 2021 e 2023.

A fase de coleta do Censo 2020 será realizada entre os meses de agosto a outubro, onde serão aplicados os questionários básico (26 questões) e da amostra (mais detalhado, com 76 questões, em cerca de 10% das residências brasileiras).

Alguns dos temas a serem analisados serão:

Características dos domicílios;
Identificação étnico-racial;
Nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade;
Religião ou culto;
Deficiência;
Migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho;
Mortalidade.

Com relação às visitas aos domicílios da região:

Em Bagé, 40.209 domicílios serão visitados em Bagé, por 113 recenseadores;
Em Aceguá, serão 1.558 casas visitadas por cinco recenseadores;
Em Candiota, serão visitados 3.094 domicílios, por nove recenseadores; 
Em Hulha Negra, sete recenseadores visitarão 2.158 casas;
Em Lavras do Sul, oito recenseadores visitarão 2.603 domicílios;
Em Pedras Altas, 695 residências e dois recenseadores;
Em Pinheiro Machado, 4.605 casas e 13 recenseadores;
E em Santana da Boa Vista, as 2.938 residências serão visitadas por nove recenseadores.

As operações do Censo 2020 tem como previsão a contratação temporária de 230 mil pessoas. O processo será totalmente informatizado, com equipamentos móveis, que geram dados da Internet a servidores de alto desempenho.

O recenseador, profissional que visita o domicílio, estará uniformizado e com um dispositivo móvel de coleta, que se assemelha com um smartphone. É possível ainda gerar um código e senha para a realização do questionário online. Deve-se também exigir a apresentação do crachá de identificação e, caso ainda necessário, pedir o documento de identidade. Também é possível verificar no site www.respondendo.ibge.gov.br ou em 0800 721 8181. As respostas ao questionário do Censo 2020 são absolutamente confidenciais e para uso exclusivo de preparo dos dados e das séries estatísticas.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny