Pesquisar este blog

Telefones úteis

VISITE LAVRAS DO SUL EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).
Confira site especial com conteúdos adicionais
sobre Lavras do Sul

quarta-feira, 22 de maio de 2019

NOTÍCIA: Crime de grande repercussão em Lavras do Sul é levado a júri popular

Álvaro Joal de Freitas Abascal e Guilherme Thomas Alegre de Freitas foram levados a júri popular pelo assassinato do advogado Antônio Carlos Abascal Munhós, crime ocorrido em outubro de 2006, no interior de Lavras do Sul.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, a vítima foi executada a tiros por Alemão (Guilherme), a mando de Abascal, com a promessa de que receberia R$ 30 mil  pelo assassinato de Tunico, a esposa e sua filha. Pelo fato de Lavras do Sul ser uma cidade de pequeno porte e por questões de segurança, o julgamento foi transferido para Cachoeira do Sul.

O júri se estendeu durante o dia todo e, após longas horas de debates, os jurados acabaram por condenar ambos os réus, sendo aplicada a seguinte pena: 

Álvaro Joal: 16 anos e 3 meses de reclusão por homicídio triplamente qualificado em regime fechado; Guilherme Freitas: 14 anos e 6 meses de reclusão por homicídio duplamente qualificado em regime fechado.

FONTE DAS INFORMAÇÕES: Áudio fornecido por internauta que optou por não ser identificado.



FONTE DAS IMAGENS: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny