Pesquisar este blog

Telefones úteis

VISITE LAVRAS DO SUL EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).
Confira site especial com conteúdos adicionais
sobre Lavras do Sul

domingo, 25 de novembro de 2018

HISTÓRIA: Alunas da Escola Dr. Cláudio produzem texto sobre a Formação Histórica de Lavras do Sul

Posteriormente à busca de minérios, o território lavrense foi largamente visitado e explorado por Ingleses, Belgas, hispano-franceses e mesmo por brasileiros,  que aqui estabeleceram os primeiros engenhos de sacar quartzo. Atraídos pela cobiça do Ouro, dominaram a região várias nacionalidades que aqui se instalaram e formaram um numeroso núcleo que tomou a denominação característica de sua formação.

Através do surto do ouro, o município alcançou grande desenvolvimento na exploração agropecuária e principalmente com a criação que até hoje é a sua maior fonte de economia. Foi a sombra das explorações auríferas, que se formou o município de Lavras, nome justamente derivado das curtas escavações que faziam para extração de minério de ouro.

O território de Lavras do Sul localiza-se na Serra do Sudeste. O povoamento desta cidade foi feito de 1740 pelo fluxo de colonos, açorianos em geral, que vieram adiante de Piratini, fundada logo após em 1789 e em posição quase Central na Serra do Sudeste, dominando os dois vales, o do Piratini e o do Camaquã.

Lá na metade do século XVII os lagunenses haviam feito as primeiras minerações em busca do Ouro. Supõe-se que antes de 1801, mineiros incorporados aos portugueses que vinham dar combate os espanhóis no Sul do País tinham constatado a existência do ouro de hoje na sede do município, e se comentou esta ocorrência por ocasião da chegada dos primeiros casais açorianos no Porto dos Casais (hoje Porto Alegre, um 06.09.1742, quando a vinda foi incentivada pelo governo português, preocupado em povoar as pressões na América) destinada ao povoamento e colonização do Rio Grande do Sul. Entre esses casais foram notados as famílias de Bento Dutra, Manoel Ferreira de Melo, Antônio Fernandes etc., que se que se tornariam assim os primeiros moradores de Lavras do Sul.

Ainda adiante teremos a oportunidade de abordar no capítulo intitulado período "Missioneiros Bandeirantes" - povoamento do território, isto é, uma fase posterior indivíduos convertidos injustamente como portugueses, espanhóis, e mesmo brasileiros que trabalhavam em mineração aqui também estiveram em busca de ouro atraídos por informações lendárias de um velho Cacique com respeito ao monte de ouro que fiscalizava o sol!

Fonte: Casa de Cultura José Néri da Silveira.

Este é um texto, sobre a História de Lavras do Sul, elaborado por Manu Saraiva e Laura Leivas, sob orientação da Professora Lélia Rocha. As três são da Escola Cláudio Teixeira Bulcão. Foi publicado no Facebook em 25 de novembro de 2016.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny