VISITE LAVRAS DO SUL EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

PAMPA GAÚCHO: Informações sobre a Microrregião da Campanha Meridional

Confira um vídeo com informações da Região da Campanha Meridional, acima.  

INTRODUÇÃO 

Localizada dentro do Bioma Pampa, o vasto complexo de biodiversidade que engloba mais de 750 mil km² entre a Argentina, Uruguai e Brasil (exclusivamente o Rio Grande do Sul), a Campanha Gaúcha é uma das subdivisões deste ecossistema, dando origem a uma região específica com caráter socioeconômico: o Corede Campanha.



Com um ambiente rural bastante forte e enraizado na cultura local, tem na agropecuária a sua principal base econômica. É possível resumir as características do Pampa (e, consequentemente, do Corede Campanha) da seguinte forma: A história do Pampa Brasileiro teve, e permanece tendo, uma relação umbilical com o ambiente e com a natureza, em especial com os campos nativos. A evolução da vegetação campestre esteve historicamente ligada à sua utilização por herbívoros. A partir da colonização europeia, esse processo foi moldado novamente pela introdução dos bovinos, ovinos e equinos, a partir do seu manejo pelas sociedades humanas que aqui se constituíram. Essa vocação econômica de produção pecuária sobre a vegetação campestre é um legado da natureza e da história dos homens nessa região e precisa de instrumentos sócio-econômico-políticos para ser preservada como um patrimônio da natureza para a humanidade. (PILLAR; LANGE: 2015, p. 22).

O Corede Campanha foi criado em 1991, com o objetivo de promover o desenvolvimento regional dos municípios (que apresentam peculiaridades socioeconômicas entre si). É composto atualmente por sete municípios: Aceguá, Bagé, Caçapava do Sul, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra e Lavras do Sul. Lembrando que o Corede, além de ser uma classificação regional, é uma entidade de desenvolvimento de municípios comuns entre si. O Rio Grande do Sul tem, ao todo, 28 Coredes. 3 

GEOGRAFIA 



População e área

Com dados da Fundação de Economia e Estatística do Rio Grande do Sul (FEE-RS), a população estimada, somando os sete municípios, é de 223.768 habitantes, distribuídos em uma área de 18.241,5 km², formando uma densidade demográfica de 11,9 habitantes por quilômetro quadrado. A saber, a superfície dos municípios do Corede é a seguinte, segundo informações do IBGE (Resolução do IBGE nº 05, de 10 de outubro de 2002, com exceção da área de Lavras do Sul, com valores corrigidos em 2014).

 • Aceguá – 1.549,5 km² 
 • Bagé – 4.095,5 km²
 • Caçapava do Sul – 3.047,1 km² 
 • Candiota – 933,8 km² 
 • Dom Pedrito – 5.192,1 km²
 • Hulha Negra – 822,9 km² 
 • Lavras do Sul – 2.601,1 km² 

Segundo estimativas do IBGE para 2015, a população dos municípios do Corede Campanha se dá da seguinte forma: 

 • Aceguá – 4.702 hab.
 • Bagé - 121.749 hab.
 • Caçapava do Sul – 34.654 hab. 
 • Candiota – 9.315 hab
 • Dom Pedrito – 39.886 hab. 
 • Hulha Negra – 6.478 hab.
 • Lavras do Sul – 7.833 hab.

Espanhóis, portugueses, uruguaios, argentinos, negros e europeus de diversas nacionalidades são as principais etnias formadoras da população do Corede Campanha. É uma região tipicamente agropecuária, com origem na criação extensiva do gado e influenciada pela proximidade com os países platinos. Localização A maior parte de seu território esta dentro da Faixa de Fronteira com o Uruguai (eixo de 150 km a parte da linha de fronteira, considerado estratégico para a segurança e soberania nacionais). Localiza-se entre os paralelos 30° e 32° S e faz fronteira com o Uruguai, através de Bagé e Aceguá (que é dividida por uma rua com a cidade de Acegua, no país vizinho).

Está situado no mesmo fuso horário de Brasília, tanto no horário normal como no Horário Brasileiro de Verão (-3 UTC). O Corede é um ponto estratégico para as regiões que compõe o Mercado Comum do Sul (Mercosul), sendo de ponto de passagem e partida para o Uruguai, Argentina e o para as demais regiões Brasileiras. Aceguá se situa a cerca de 2.500 km da Capital do Brasil. 

 Distâncias de Porto Alegre (Capital do Estado do Rio Grande do Sul) a:

 • Aceguá – 428 km 
 • Bagé – 373 km
 • Caçapava do Sul – 255 km 
 • Candiota – 390 km 
 • Dom Pedrito – 439 km 
 • Hulha Negra – 371 km 
 • Lavras do Sul – 320 km 

 Relevo

Seu relevo é variável, com média de 180 metros de altitude, chegando a 460 em alguns pontos de Caçapava do Sul e Lavras do Sul, e é composto por coxilhas, campos limpos com capões de mato espalhados, pequenas serras (planaltos mais erguidos) e florestas subtropicais espalhadas. Formações rochosas, rios com 6 bancos de areia, morros arredondados e campos planos são algumas das formas de relevo mais comuns. 

Hidrografia

O Rio Camaquã (que, cerca de 400 km depois, desemboca na Laguna dos Patos) nasce neste Corede, assim como o Rio Negro, que desemboca no Rio Uruguai, em território uruguaio. O Rio Santa Maria, com nascentes em Dom Pedrito, também é um importante rio da região. Por conta do relevo mais acidentado e pela região servir de divisor de águas entre Bacias Hidrográficas (do Uruguai, do Guaíba e do Atlântico Sudeste), em alguns pontos há uma ausência de cursos d’água de maior porte.

 Clima

A temperatura média anual é de 17°C e há uma distribuição regular das chuvas o ano todo, mesmo que ocorram, esporadicamente, alguns períodos de estiagem, influenciados por fenômenos meteorológicos. 7 Os verões do Corede costumam, embora ser quentes, menos rigorosos do que em outras regiões do Estado. Os invernos podem apresentar, em média, trinta geadas anuais, com temperaturas que podem chegar a 0°C ou até menos. A forte atuação das massas de ar combinada com o relevo plano (ou, em alguns locais, de pequenos morros) e o fato de localizar-se em uma zona temperada fazem do Corede Campanha com um clima mais ameno que outras áreas do Estado (não incluindo a região da Serra do Nordeste, mas a Região Metropolitana e a Fronteira Oeste, por exemplo).

 Outros dados

 * Taxa de analfabetismo de pessoas com 15 anos ou mais (2010) – 5,95 % 
 * Expectativa de Vida ao Nascer (2000): 70,86 anos 
 * Coeficiente de Mortalidade Infantil (2013): 13,77 por mil nascidos vivos
 * Exportações Totais (2014): US$ 199.130.251,00 

 Vias de acesso

A BR-153, a BR-293, a BR-290 e a RSC-473 são as principais rodovias da região. A ferrovia que liga Cacequi a Rio Grande passa pelo Corede. Há também um aeroporto internacional, em Bagé. Cultura A cultura é bastante peculiar, nos costumes, sotaque, culinária, música e vestimentas, sendo a referência simbólica do Rio Grande do Sul com relação ao resto do Brasil, no que diz respeito à identidade cultural. 

ECONOMIA

Uma das maiores dificuldades enfrentadas pelo Corede Campanha é o atraso no desenvolvimento econômico em relação a outras regiões do Estado do Rio Grande do Sul. O afastamento dos grandes centros industriais do leste gaúcho, as crises econômicas (geradoras de falta de empregos e investimentos) e a escassa vontade política para a implantação de empreendimentos e projetos foram algumas das causas de haver um atraso no desenvolvimento econômico da região, dando origem a desigualdades socioeconômicas e migrações de seus cidadãos para outras regiões (ocasionadas pelas oportunidades reduzidas de empregos). Na atualidade, notam-se esforços de algumas entidades de reverter essa situação. Isto poderá demorar anos até que comecem a ser apresentados os primeiros sinais de recuperação, uma vez que esta situação perdura há pelo menos 50 anos (não apenas no Corede Campanha mas em toda a Metade Sul Gaúcha). O propósito deste trabalho não é fazer uma análise profunda da situação econômica do Corede, mas sim apontar suas potencialidades e situação atual, valorizando e projetando o que os sete municípios tem de melhor. Vocação natural desde a colonização, implantada pelos europeus de forma extensiva e elemento cultural da região, a criação agropastoril se constitui na principal atividade econômica do Corede Campanha. 

Pelos extensos campos, onde a topografia, clima e solo favorecem a criação de gado de alta qualidade, estão raças bovinas como Hereford, Angus e Braford, ovinos (que fazem da região um dos principais polos em ovinocultura no país), além de búfalos e equinos. Considerada por muitos especialistas uma das melhores carnes do mundo, a carne produzida a partir de gado criado em Bagé tem elementos de alta qualidade. 11 As carnes ovinas produzidas na região, como em Bagé e Lavras do Sul, são considerados produtos importantes para exportação. As cidades do Corede realizam anualmente, no período da primavera, Expofeiras Agropecuárias, que servem de vitrine para o que cada município produz. Exemplos de expofeiras são a de Caçapava do Sul, Bagé, a Farm Show de Dom Pedrito e a ExpoLavras (Lavras do Sul). Arroz, soja e frutas, como figo, laranja e uva, são os principais produtos agrícolas da região. A produção de oliveiras (e de azeite de oliva), em Caçapava do Sul, se destaca nos últimos anos, como um novo e promissor elemento econômico para o futuro da região. Outra grande potencialidade é a vitivinicultura, que começa a ganhar espaço, pelas condições especiais de produção de vinhos (o chamado, pela nomenclatura da indústria de vinhos, de paralelo 30). Bagé, Candiota e Dom Pedrito apresentam vinícolas que são destaques regionais e nacionais no setor. Não há, no Corede Campanha, uma forte vocação industrial. A economia é gerada principalmente nas necessidades básicas da população através de artesanato, indústria, comércio e serviços.

A mineração é uma atividade que faz parte da formação histórica e ocupação humana da região. Atualmente desativada em grande parte, pode receber grandes empreendimentos, como a mina de fosfato de Três Estradas (Lavras do Sul), o projeto de Caçapava do Sul e junto ao Rio Camaquã, na região de Bagé. Estes projetos podem gerar de empregos e o incremento na economia e, segundo as empresas mineradoras, estarão dentro das normas ambientais e com sustentabilidade. Porém, diversos setores da sociedade contestam os mesmos, dizendo que tais empreendimentos poderiam ser uma ameaça ao meio ambiente e que merecem um diálogo com a população. 

Bagé é o principal centro comercial do Corede Campanha. Abriga grandes redes de lojas e supermercados que atraem compradores de toda a região. Há uma perspectiva, para os próximos anos, da construção de um Shopping Center na cidade; seria o primeiro a ser construído no Corede. A Agricultura Familiar e o artesanato são fortes atividades da região. Os produtos a base de frutas locais, como figo, pêssego, laranja e goiaba, são encontrados em todos os municípios. A produção de peças de vestuário de lã de ovelha também é bastante significativa em toda a região. A produção local gera emprego e renda para as famílias, gerando mais desenvolvimento. A Usina Termelétrica de Candiota (em ampliação) e, mais recentemente, a possibilidade de instalação da energia eólica em Lavras do Sul nos próximos anos, são algumas das características do futuro do setor de energia na região. O turismo começa aos poucos a ser desenvolvido no Corede. Bagé, Dom Pedrito, Lavras do Sul e Caçapava do Sul são os principais centros com potencialidades que vão do turismo rural e da vitivinicultura até do turismo de eventos.

TEXTO: Murilo de Carvalho Góes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Mapa (Google Maps)

FONTE: Google Maps.

Conheça Lavras do Sul!

O município gaúcho de Lavras do Sul está localizado a 324 km a sudoeste de Porto Alegre, entre Caçapava do Sul e Bagé, através de acessos pelas rodovias BR-290, BR-392 e ERS-357. Possui 7 679 habitantes, distribuídos em uma área de 2 600 km² (IBGE, 2010). Emancipado de Caçapava em 9 de maio de 1882, foi o único município gaúcho com origem na mineração do ouro. Possui as denominações carinhosas de "Pepita do Rio Grande" e "Terra do Ouro". Na atualidade, a economia se baseia na pecuária (principalmente bovinos e ovinos), comércio, fruticultura, lãs, indústrias artesanais e turismo. Tem como atrações turísticas principais a Igreja Matriz de Santo Antônio, a Praça Licinio Cardoso e o Camping Municipal (ou Praia do Paredão). O Carnaval lavrense é um dos maiores do Rio Grande do Sul e do Interior Brasileiro. Além do Carnaval, são realizadas as mais diversas festas e eventos ao longo do ano. Tudo consequência da alegria, da tranquilidade, da hospitalidade e da receptividade do povo lavrense.
A Sede está situada na latitude de 30°48’41”S e longitude 53°54’02” O. São dois os Distritos: o primeiro, Sede, com 1.240 km² aproximadamente; e o segundo, o Ibaré, com 1.360 km² aproximadamente.
A altitude média é de 300 metros acima do nível do mar (oficialmente ela está em 277 metros), mas em vários pontos, chega a 400, 450 metros. Nas regiões do extremo oeste do município, alcança apenas 98 m nas curvas do Rio Santa Maria.
Faz divisa com sete municípios: Vila Nova do Sul e Santa Margarida do Sul (norte), São Gabriel (norte e noroeste), Dom Pedrito (oeste, sul e sudoeste), Bagé (sudeste), Caçapava do Sul (leste e nordeste) e São Sepé (nordeste e norte). Até os anos 1980, havia uma pequena divisa com Rosário do Sul, que foi extinta devido a anexações aos municípios de Dom Pedrito e São Gabriel. O perímetro aproximado de divisas de Lavras do Sul é de 380 km. A distância entre os extremos leste-oeste é de cerca de 120 km.
Lavras do Sul está situada a 2.431 km de Brasília, Capital do Brasil, e a 641 km de Montevidéu, Capital do Uruguai. Localiza-se na faixa de fronteira.

SEJAM BEM-VINDOS(AS) AO BLOG INDEPENDENTE DE LAVRAS DO SUL/RS E REGIÃO. VISITEM NOSSA CIDADE E O PAMPA GAÚCHO EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO. TRABALHAMOS DESDE 2007 E LEVAMOS QUALIDADE E CARINHO A ESTA TERRA PELAS ONDAS DA INTERNET. FIQUEM À VONTADE E SIGAM CONOSCO!