segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

INFRAESTRUTURA: Estado retoma obras da Barragem do Jaguari, paradas desde 2013

 
Foto: Karine Viana/Palácio Piratini

Uma obra fundamental para a região central do Rio Grande do Sul vai ser retomada nos próximos meses. O governo gaúcho assinou nesta segunda-feira (11) o início da segunda fase da construção da Barragem do Arroio Jaguari. A população de seis municípios da Bacia Hidrográfica do Rio Santa Maria será diretamente beneficiada: Cacequi, Dom Pedrito, Lavras do Sul, Rosário do Sul, Santana do Livramento e São Gabriel. A água represada vai ser usada para abastecimento dos moradores e irrigação das propriedades rurais.

O governador José Ivo Sartori disse que é mais um passo para concluir uma obra aguardada há décadas pelas comunidades da região. "É um avanço histórico, que poderia ter sido interrompido. E só não parou graças ao esforço de todos que estão aqui. Somamos esforços, fomos diversas vezes a Brasília e conseguimos mostrar para o Ministério da Integração Nacional a importância dessa barragem. Conseguimos assegurar a liberação de recursos federais para o estado", afirmou.

O secretário de Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, também destacou a importância do empreendimento. "A barragem é fundamental para o desenvolvimento de todo o estado, especialmente daquela região que historicamente sofre com a estiagem e acumula perdas, às vezes, irreparáveis", disse.

As obras

Junto com o início da segunda etapa, também vai ocorrer a retomada das obras da primeira. O trabalho tinha começado em 2008, mas estava parado desde 2013 por uma série de problemas, incluindo a necessidade de refazer a licitação. Juntando as fases 1 e 2, são necessários cerca de R$ 130 milhões de reais para concluir a barragem. O governo federal entra com 99% dos recursos. Ao Estado, cabe uma contrapartida de 1%. É um convênio entre o Ministério da Integração Nacional e a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi).

Segundo a Seapi, cerca de R$ 65 milhões do total estimado já foram aplicados, o que permitiu construir mais da metade da barragem. O restante da verba vai ser liberado conforme a disponibilidade da União. Após a retomada dos trabalhos, a previsão de conclusão é de 12 meses. A empresa que venceu a licitação e assumiu o trabalho é a Sultepa, que vai precisar recontratar funcionários e levar máquinas para o canteiro de obras.

Localizada na divisa dos municípios de São Gabriel e Lavras do Sul, a Barragem do Arroio Jaguari compõe, junto com a barragem do Arroio Taquarembó, um sistema de armazenamento e distribuição de água de extrema importância para a região central. Com a conclusão das obras, a irrigação das lavouras vai reduzir muito as perdas causadas com a escassez hídrica.

A solenidade foi no Salão Alberto Pasqualini, no Palácio Piratini. Também participaram, a secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Ana Pellini, o deputado federal Alceu Moreira, o prefeito de São Gabriel, Rossano Gonçalves, além de outras autoridades.

FONTE: Governo do Estado do RS / Texto: Vanessa Felippe - Edição: Denise Camargo/Secom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny

Mapa (Google Maps)

FONTE: Google Maps.

Conheça Lavras do Sul!

O município gaúcho de Lavras do Sul está localizado a 324 km a sudoeste de Porto Alegre, entre Caçapava do Sul e Bagé, através de acessos pelas rodovias BR-290, BR-392 e ERS-357. Possui 7 679 habitantes, distribuídos em uma área de 2 600 km² (IBGE, 2010). Emancipado de Caçapava em 9 de maio de 1882, foi o único município gaúcho com origem na mineração do ouro. Possui as denominações carinhosas de "Pepita do Rio Grande" e "Terra do Ouro". Na atualidade, a economia se baseia na pecuária (principalmente bovinos e ovinos), comércio, fruticultura, lãs, indústrias artesanais e turismo. Tem como atrações turísticas principais a Igreja Matriz de Santo Antônio, a Praça Licinio Cardoso e o Camping Municipal (ou Praia do Paredão). O Carnaval lavrense é um dos maiores do Rio Grande do Sul e do Interior Brasileiro. Além do Carnaval, são realizadas as mais diversas festas e eventos ao longo do ano. Tudo consequência da alegria, da tranquilidade, da hospitalidade e da receptividade do povo lavrense.
A Sede está situada na latitude de 30°48’41”S e longitude 53°54’02” O. São dois os Distritos: o primeiro, Sede, com 1.240 km² aproximadamente; e o segundo, o Ibaré, com 1.360 km² aproximadamente.
A altitude média é de 300 metros acima do nível do mar (oficialmente ela está em 277 metros), mas em vários pontos, chega a 400, 450 metros. Nas regiões do extremo oeste do município, alcança apenas 98 m nas curvas do Rio Santa Maria.
Faz divisa com sete municípios: Vila Nova do Sul e Santa Margarida do Sul (norte), São Gabriel (norte e noroeste), Dom Pedrito (oeste, sul e sudoeste), Bagé (sudeste), Caçapava do Sul (leste e nordeste) e São Sepé (nordeste e norte). Até os anos 1980, havia uma pequena divisa com Rosário do Sul, que foi extinta devido a anexações aos municípios de Dom Pedrito e São Gabriel. O perímetro aproximado de divisas de Lavras do Sul é de 380 km. A distância entre os extremos leste-oeste é de cerca de 120 km.
Lavras do Sul está situada a 2.431 km de Brasília, Capital do Brasil, e a 641 km de Montevidéu, Capital do Uruguai. Localiza-se na faixa de fronteira.

SEJAM BEM-VINDOS(AS) AO BLOG INDEPENDENTE DE LAVRAS DO SUL/RS E REGIÃO. VISITEM NOSSA CIDADE E O PAMPA GAÚCHO EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO. TRABALHAMOS DESDE 2007 E LEVAMOS QUALIDADE E CARINHO A ESTA TERRA PELAS ONDAS DA INTERNET. FIQUEM À VONTADE E SIGAM CONOSCO!