Pesquisar este blog

Telefones úteis

VISITE LAVRAS DO SUL EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).
Confira site especial com conteúdos adicionais
sobre Lavras do Sul

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Manifestação contra falta d'água tem tumulto na Avenida Paulista

sig20150211075_1[1]Uma manifestação contra a falta de água em São Paulo teve um tumulto com a Polícia Militar no início da noite desta quarta-feira (11) na Avenida Paulista. Os policiais tentavam impedir que o grupo bloqueasse o sentido Consolação da via, mas alguns manifestantes furaram o cordão de isolamento da PM, que reagiu. Duas pessoas foram detidas.


Cerca de 150 pessoas, segundo números da PM, se reuniram para o ato no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). A polícia informou que não permitiria o bloqueio da Avenida Paulista porque não havia uma liderança definida do ato para discutir o trajeto com a corporação. A PM montou um cordão para evitar que os manifestantes deixassem o Masp.


Um grupo conseguiu, no entanto, passar pelo bloqueio e fechar o sentido Consolação. Os policiais reagiram e usaram escudos e cassetetes para empurrar os manifestantes de volta para o Masp. Um homem e uma mulher foram detidos durante a confusão.


Cerca de 10 manifestantes conseguiram passar pela PM e fecharam o sentido Paraíso da Avenida Paulista, na altura da Alameda Casa Branca. Durante o bloqueio, eles deixaram um ônibus que levava um homem doente passar. Os manifestantes chegaram a discutir porque alguns queriam liberar a passagem de todos os ônibus e outros eram contra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny