Pesquisar este blog

Telefones úteis

VISITE LAVRAS DO SUL EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).
Confira site especial com conteúdos adicionais
sobre Lavras do Sul

domingo, 24 de agosto de 2014

NOTÍCIA: Fato ocorrido na noite deste sábado, 23/08

Desentendimento entre algumas pessoas e o Prefeito Alfredo Borges ocorreu na noite deste sábado, 23/08, em um bar da cidade. O episódio ainda passa por investigações.

O prefeito de Lavras do Sul, Alfredo Borges (PP), envolveu-se em uma briga na noite deste sábado. Conforme o inspetor Dorotel Filho, da Polícia Civil da cidade, o fato teria ocorrido por volta das 22h, no bar Telúrica, no Centro. 

De acordo com a ocorrência policial registrada pela Brigada Militar na delegacia, o chefe do Executivo teria agredido uma professora com um soco. A vítima ligou para a Brigada Militar pelo 190 pedindo escolta para ser retirada do local porque estaria com medo.

Uma guarnição da BM foi até o bar e retirou a mulher do estabelecimento comercial. Segundo consta em ocorrência, aconselhada por um advogado, a professora não quis fazer o registro da agressão, mas teria se comprometido a fazê-lo na segunda-feira.

O fato teria acabado por aí se não fosse outra confusão. Conforme a ocorrência, após a retirada da mulher, o prefeito teria entrado em confronto com os policiais militares e iniciado um tumulto. Borges e outras duas pessoas que estariam com ele teriam agredido fisicamente um soldado da guarnição.

A agressão foi confirmada ontem pelo comandante da Brigada Militar na cidade, sargento Ruas. O pronto-socorro da Fundação Hospitalar Honor Teixeira da Costa, onde o policial foi atendido, também confirma que ele sofreu escoriações no joelho e hematomas no rosto.

De acordo com o inspetor da Polícia Civil, os três policiais militares que atenderam a ocorrência, o prefeito e duas outras pessoas foram encaminhadas à delegacia, onde foi feito o registro. Após a assinatura de um termo de compromisso de comparecimento de todos à Justiça, os envolvidos foram liberados.

FONTE: Diário de Santa Maria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny