Pesquisar este blog

Telefones úteis

VISITE LAVRAS DO SUL EM QUALQUER ÉPOCA DO ANO ///// Localizado na mesorregião do Sudoeste Rio-grandense e na microrregião da Campanha Meridional, a 320 quilômetros via rodoviária da Capital do Estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, o município de Lavras do Sul foi fundado em 9 de maio de 1882, emancipando-se de Caçapava do Sul. É o único município gaúcho com origem na mineração e na extração do ouro, mineral outrora abundante na região. Segundo dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, a população era de 7.679 habitantes. Seu território se estende por 2.600 km² e, as Coordenadas Geográficas da zona urbana são 30° 48' 41” S, 53° 54' 02” O. Divide-se em dois distritos: Sede (a leste) e Ibaré (a oeste).
Confira site especial com conteúdos adicionais
sobre Lavras do Sul

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

MEIO AMBIENTE: Seminário de Legalização Ambiental para Agroindústrias é realizado nesta sexta-feira (15/08)


Esta acontecendo no plenário da CÂMARA DE VEREADORES desde as 09:00 da manhã , e se estenderá até as 17:30 de hoje 15/08/2014, o Seminário De Legalização Ambiental para Agroindústrias. Organizado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Rural , a Prefeitura Muncipal de Lavras do Sul, IFSUL, Sindicato dos Trabalhadores Rurais. O Prefeito de Lavras do Sul saudou a todos e falou sobre a importância da agroindústria, da pecuária e da agricultura para Lavras do Sul. Contou sua experiência com uma agroindústria de laticínios, sobre a importância da preservação do nosso bioma pampa (70% a 80% do nosso território encontra-se preservado). E do trabalho que está sendo feito para a busca da preservação dos nossos recursos hídricos. A nascente do rio Camaquã está localizada em nosso município. As águas que nascem aqui passam por 26 municípios até deságuar na Lagoa Dos Patos. Falou do empenho do governo municipal para promover o desenvolvimento sustentável, da energia eólica, do projeto encaminhado para Funasa para a implantação de uma ETE e no encaminhamento à Fepam desses estudos para a licença ambiental. Na continuação do Seminário De Legislação Ambiental, a representante da SDR, Carmem Cáceres falou de sua experiência no desenvolvimento das agroindústrias em toda a região e principalmente quanto aos desafios referentes ao meio ambiente. Dos municípios da região, Lavras Do Sul foi o primeiro a fornecer uma licença ambiental para uma agroindústria familiar através de uma LIO (Licença de Instalação e Operação). Por esse motivo, esse seminário está acontecendo aqui.
O Seminário contou com palestrantes que trabalham nessa área de legislação ambiental. O Sr. Ricardo Fritsh abordou o progama governamental Sabor Gaúcho. Explanando sobre a Sustentabilidade a Composição do Programa Sabor Gaúcho,o Fluxo do Programa sabor Gaúcho.O Diretor do DACA(Departamento Agroindústria Comercialização e Abastecimento da Secretaria de Desenvolvimento Rural Pesca e Cooperativismo-SDR/RS) Ricardo Fritsch informou aos presentes sobre o programa de Agroindústria – Sabor Gaúcho.Sua formação através da lei ...... onde expressa o funcionamento da referida Política Publica.Explanou aos presentes como funciona a implantação de uma agroindústria familiar rural, que é destinada ao público da agricultura familiar.

O Sr. Renato Chagas, engenheiro químico da FEPAM e responsável pela divisão de licenciamento ambiental industrial, falou sobrequestões referentes ao licenciamento de agroindústria nos municípios. Fez um panorama sobre as resoluções e leis que regulamentam a atividade e seu licenciamento. Esclareceu que a Agroindústria Familiar pode crescer e então pedir licença de Ampliações. Dentre os aspectos que devem ser avaliados no licenciamentos de atividades industriais estão: as emissões atmosféricas,a geração de resíduos sólidos,e os riscos inerentes e específicos a cada atividade industrial. Agroindústria Familiar deve dispensar especial atenção para os rejeitos,os resíduos sólidos –e as técnicas simples de remediação. 

O Sr.Mauro, representante da Divisão de Meio Ambiente do município de Nova Hartz, explanou sobre a realidade do sistema de saneamento de esgoto no município de Nova Hartz que usa, predominantemente o tratamento biológico por leito de raízes. Que a manutenção desse sistema é basicamente o corte periódico das plantas que são utilizadas nesse sistema. Que é uma forma de tratamento de esgoto utilizada, nos países da Europa, há mais de 300 anos, e que a Espanha tem destaque nesse sistema também chamado de jardim filtrante. O tratamento consiste dentro de um local coberto por manta impermeabilizante do solo, coberta por pedras de diferentes granulometrias , areia e plantas higrófilas como juncos, copos de leite, e plantas aquáticas. Deve ser feito um cercado no entorno para proteção do local e o bom funcionamento do sistema. É feito um acompanhamento periódico através da análise da água depois que ela passa por esse sistema biológico. E os resultados dessas análises são sempre satisfatórios para a salubridade ambiental e para a saúde humana. Ficou marcada uma prática para implantação desse sistema em Lavras do Sul.

O Sr. Daniel,engenheiro civil da empresa Nortene, falou sobre o portfólio de produtos da empresa, com ênfase nas geomembranas. Produtos para agricultura, pecuária, irrigação e construção civil. A geomembrana é uma barreira impermeabilizante para proteger o solo de algum produto. Falou da importância dos cuidados na instalação, por raízes, um cuidado importante é colocar uma camada de proteção mecânica sobre a geomembrana e o solo abaixo deverá estar bem compactado. PAD significa polietileno de alta densidade linear e éo material constituinte das geomembranas. Usado em aterros sanitários, lagoas de estabilização.

Além dos palestrantes, o evento contou com a participação de técnicos, professores universitários, o Prefeito de Lavras do Sul, vereadores de Lavras do Sul, estudantes universitários e da comunidade lavrense, com a Secretária de Meio Ambiente de Lavras do Sul, Secretário de Meio Ambiente de Aceguá, técnicos das Secretarias de Meio Ambiente de Dom Pedrito e Candiota, com a equipe técnica da Emater do escritório de Lavras do Sul e da região.

FONTE DAS INFORMAÇÕES E DA IMAGEM: Informe Legislativo (Facebook)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AddToAny